A gestão do conhecimento como ferramenta aplicada à indissociabilidade do ensino, pesquisa e extensão universitária

Detalhes bibliográficos
Autor(a) principal: Almeida, Arielle Lopes de [UNESP]
Data de Publicação: 2018
Tipo de documento: Dissertação
Idioma: por
Título da fonte: Repositório Institucional da UNESP
Texto Completo: http://hdl.handle.net/11449/154277
Resumo: Visando ampliar a indissociabilidade do ensino, da pesquisa e da extensão nas universidades suscitou uma reflexão crítica sobre a Ciência da Informação inter-relacionada com a formação e ação docente, para o fortalecimento deste tripé. A gestão do conhecimento, no âmbito da Ciência da Informação, é constituída por um conjunto de estratégias que proporcionam ao docente criar, adquirir, compartilhar e utilizar ativos de conhecimento, auxiliando-o nos processos decisórios em sua atuação profissional. A partir do aporte interdisciplinar da Educação, cujas ações voltadas ao ensinar e ao aprender propiciam um processo de conscientização e emancipação ao indivíduo como construtor de conhecimento, é possível refletir sobre o papel da gestão do conhecimento em contexto universitário. No entanto, ao refletir sobre a educação no contexto atual, observa-se que o ensino, composto pela intenção de ensinar e pelo resultado de aprender, muitas vezes se reduz a intenção de ensinar. A pesquisa, desenvolvedora da autonomia do discente por meio de postura investigativa, não é uma prática abrangente na graduação. A extensão, socializadora do conhecimento, é comumente esquecida ou transformada em ato de ‘filantropia’. Nessa perspectiva, justifica-se esta pesquisa pela necessidade de identificar e caracterizar práticas de gestão do conhecimento em contextos universitários, de maneira a torná-las ferramentas que, aplicadas à indissociabilidade do ensino, da pesquisa e da extensão, contribua para a ação docente e, consequentemente, para a formação discente que, por sua vez, contribuirá com a sociedade. O objetivo desta pesquisa centrada na análise de modelos e práticas de gestão do conhecimento aplicados à construção e compartilhamento de conhecimento, visa a efetivação da indissociabilidade do tripé ensino-pesquisa-extensão. O referencial teórico apresenta a criticidade como relevante critério de verdade do conhecimento construído na relação sujeito/objeto. Compreendendo as atividades individuais e coletivas para a criação e o compartilhamento de conhecimento, por meio da gestão do conhecimento, identifica-se o potencial de interferência nessas atividades e a complexidade da apropriação e construção de conhecimento. Neste contexto, identificou-se a luta das universidades, ao enfrentar as ameaças capitalistas, para sobrepor a reprodução no que tange a construção de conhecimento. A formação e profissionalização continuada do docente universitário se apresentam frágil, mas fundamental para este embate. No que diz respeito aos procedimentos metodológicos, foi utilizado a Análise de Conteúdo, mais especificamente a técnica Análise Categorial, proposta por Bardin (2004), no seguintes domínios comunicação dual (entrevistas com docentes). O universo da pesquisa foi constituído pela Universidade Federal de Goiás, por ser um importante centro de educação superior para a Região Centro-Oeste do Brasil. A partir da análise dos dados, foi possível concluir que a maioria dos docentes da universidade pesquisada, apesar de terem uma formação mais direcionada para a pesquisa e não para a docência universitária, estavam conscientes de suas funções na formação do discente e buscavam melhorias para esta. Porém, encontravam barreiras, principalmente, devido a cultura organizacional não estar pautada no compartilhamento de conhecimento de forma institucionalizada.
id UNSP_0dc426429246744c549692bcfbfb5dad
oai_identifier_str oai:repositorio.unesp.br:11449/154277
network_acronym_str UNSP
network_name_str Repositório Institucional da UNESP
repository_id_str 2946
spelling A gestão do conhecimento como ferramenta aplicada à indissociabilidade do ensino, pesquisa e extensão universitáriaKnowledge management as a tool applied to the indissociability of teaching, research and extension in the universitiesGestão do conhecimentoEducação universitáriaEducação continuadaEnsinoPesquisaExtensãoKnowledge managementUniversity educationContinuing educationTeachingResearchExtensionVisando ampliar a indissociabilidade do ensino, da pesquisa e da extensão nas universidades suscitou uma reflexão crítica sobre a Ciência da Informação inter-relacionada com a formação e ação docente, para o fortalecimento deste tripé. A gestão do conhecimento, no âmbito da Ciência da Informação, é constituída por um conjunto de estratégias que proporcionam ao docente criar, adquirir, compartilhar e utilizar ativos de conhecimento, auxiliando-o nos processos decisórios em sua atuação profissional. A partir do aporte interdisciplinar da Educação, cujas ações voltadas ao ensinar e ao aprender propiciam um processo de conscientização e emancipação ao indivíduo como construtor de conhecimento, é possível refletir sobre o papel da gestão do conhecimento em contexto universitário. No entanto, ao refletir sobre a educação no contexto atual, observa-se que o ensino, composto pela intenção de ensinar e pelo resultado de aprender, muitas vezes se reduz a intenção de ensinar. A pesquisa, desenvolvedora da autonomia do discente por meio de postura investigativa, não é uma prática abrangente na graduação. A extensão, socializadora do conhecimento, é comumente esquecida ou transformada em ato de ‘filantropia’. Nessa perspectiva, justifica-se esta pesquisa pela necessidade de identificar e caracterizar práticas de gestão do conhecimento em contextos universitários, de maneira a torná-las ferramentas que, aplicadas à indissociabilidade do ensino, da pesquisa e da extensão, contribua para a ação docente e, consequentemente, para a formação discente que, por sua vez, contribuirá com a sociedade. O objetivo desta pesquisa centrada na análise de modelos e práticas de gestão do conhecimento aplicados à construção e compartilhamento de conhecimento, visa a efetivação da indissociabilidade do tripé ensino-pesquisa-extensão. O referencial teórico apresenta a criticidade como relevante critério de verdade do conhecimento construído na relação sujeito/objeto. Compreendendo as atividades individuais e coletivas para a criação e o compartilhamento de conhecimento, por meio da gestão do conhecimento, identifica-se o potencial de interferência nessas atividades e a complexidade da apropriação e construção de conhecimento. Neste contexto, identificou-se a luta das universidades, ao enfrentar as ameaças capitalistas, para sobrepor a reprodução no que tange a construção de conhecimento. A formação e profissionalização continuada do docente universitário se apresentam frágil, mas fundamental para este embate. No que diz respeito aos procedimentos metodológicos, foi utilizado a Análise de Conteúdo, mais especificamente a técnica Análise Categorial, proposta por Bardin (2004), no seguintes domínios comunicação dual (entrevistas com docentes). O universo da pesquisa foi constituído pela Universidade Federal de Goiás, por ser um importante centro de educação superior para a Região Centro-Oeste do Brasil. A partir da análise dos dados, foi possível concluir que a maioria dos docentes da universidade pesquisada, apesar de terem uma formação mais direcionada para a pesquisa e não para a docência universitária, estavam conscientes de suas funções na formação do discente e buscavam melhorias para esta. Porém, encontravam barreiras, principalmente, devido a cultura organizacional não estar pautada no compartilhamento de conhecimento de forma institucionalizada.In order to extend the indivisible nature of teaching, research and extension in the universities, has aroused in a critical reflection on Information Science woven into formation and teaching activity, and serves to stimulate and strengthen this triad of actions. Knowledge management, within the scope of Information Science, is a set of strategies to provide the teacher to create, used to acquire, share and use knowledge assets in order to assist in decision making in his professional performance. Education, which facilitates an interdisciplinary contribution, provides actions which are aimed at teaching and learning and lends itself to a process of awareness and emancipation for the individual knowledge builder, thereby allowing us to reflect on the role of knowledge management in a university context. However, when reflecting on education in the current context, it is observed that the process of teaching, as composed of the intention to teach and the learning results stemming from it, often in fact reduces the aspect of intention to teach. Research, which ensures the development of student autonomy through its investigative posture, is not a comprehensive practice at undergraduate level. Courses of extension and the socializing of knowledge, are frequently forgotten in this process, or transformed into an act of 'philanthropy'. From this perspective, this research is justified through the need to identify and characterize knowledge management practices in university contexts, so that they can become a tool applied to the indivisible character of teaching, research and extension as a triad, thereby contributing to the activity of teaching and, consequently, for the training of students, who in turn contribute to society. The objective of this research is to analyze the models and practices of knowledge management as applied to the construction and sharing of knowledge, serving to ensure that the indivisibility of the teaching-research-extension triad is brought about. The theoretical framework presents “criticism” as a relevant truth criterion for the construction of knowledge within the subject / object relationship. Understanding individual and collective activities for the creation of knowledge and sharing them through knowledge management, identifies the potential for interference and the complexity of knowledge appropriation and construction as part of these activities. In this context, the struggle within universities, when facing capitalist threats, was identified in so far as it referred to of the construction of knowledge. The training and continued professionalism of the university professor is fragile, but is of fundamental importance for this process. As regards methodological procedures, the 'Content Analysis' method, more specifically the 'Categorical Analysis' technique, proposed by Bardin (2004), will be used in the two-way communication (with teachers). The research was carried out at the Federal University of Goiás, as it is an important center for third-level education within the Brazilian Center-West Region. The analysis and concluding considerations will be presented in the final dissertation. From the analysis of the data, it was possible to conclude that most of the university teachers we studied, despite a more research-oriented training and not for university teaching, are aware of their function in the formation of the student and seek improvements. However, in reality they encounter barriers, mainly because the organizational culture is not based on the sharing of knowledge in an institutionalized way.Não recebi financiamentoUniversidade Estadual Paulista (Unesp)Damian, Ieda Pelógia Martins [UNESP]Valentim, Marta Lígia Pomim [UNESP]Universidade Estadual Paulista (Unesp)Almeida, Arielle Lopes de [UNESP]2018-06-18T15:12:25Z2018-06-18T15:12:25Z2018-05-16info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesisapplication/pdfhttp://hdl.handle.net/11449/15427700090520233004110043P414848085583969800000-0003-4248-5934porinfo:eu-repo/semantics/openAccessreponame:Repositório Institucional da UNESPinstname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)instacron:UNESP2023-10-01T06:06:33Zoai:repositorio.unesp.br:11449/154277Repositório InstitucionalPUBhttp://repositorio.unesp.br/oai/requestopendoar:29462023-10-01T06:06:33Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)false
dc.title.none.fl_str_mv A gestão do conhecimento como ferramenta aplicada à indissociabilidade do ensino, pesquisa e extensão universitária
Knowledge management as a tool applied to the indissociability of teaching, research and extension in the universities
title A gestão do conhecimento como ferramenta aplicada à indissociabilidade do ensino, pesquisa e extensão universitária
spellingShingle A gestão do conhecimento como ferramenta aplicada à indissociabilidade do ensino, pesquisa e extensão universitária
Almeida, Arielle Lopes de [UNESP]
Gestão do conhecimento
Educação universitária
Educação continuada
Ensino
Pesquisa
Extensão
Knowledge management
University education
Continuing education
Teaching
Research
Extension
title_short A gestão do conhecimento como ferramenta aplicada à indissociabilidade do ensino, pesquisa e extensão universitária
title_full A gestão do conhecimento como ferramenta aplicada à indissociabilidade do ensino, pesquisa e extensão universitária
title_fullStr A gestão do conhecimento como ferramenta aplicada à indissociabilidade do ensino, pesquisa e extensão universitária
title_full_unstemmed A gestão do conhecimento como ferramenta aplicada à indissociabilidade do ensino, pesquisa e extensão universitária
title_sort A gestão do conhecimento como ferramenta aplicada à indissociabilidade do ensino, pesquisa e extensão universitária
author Almeida, Arielle Lopes de [UNESP]
author_facet Almeida, Arielle Lopes de [UNESP]
author_role author
dc.contributor.none.fl_str_mv Damian, Ieda Pelógia Martins [UNESP]
Valentim, Marta Lígia Pomim [UNESP]
Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.contributor.author.fl_str_mv Almeida, Arielle Lopes de [UNESP]
dc.subject.por.fl_str_mv Gestão do conhecimento
Educação universitária
Educação continuada
Ensino
Pesquisa
Extensão
Knowledge management
University education
Continuing education
Teaching
Research
Extension
topic Gestão do conhecimento
Educação universitária
Educação continuada
Ensino
Pesquisa
Extensão
Knowledge management
University education
Continuing education
Teaching
Research
Extension
description Visando ampliar a indissociabilidade do ensino, da pesquisa e da extensão nas universidades suscitou uma reflexão crítica sobre a Ciência da Informação inter-relacionada com a formação e ação docente, para o fortalecimento deste tripé. A gestão do conhecimento, no âmbito da Ciência da Informação, é constituída por um conjunto de estratégias que proporcionam ao docente criar, adquirir, compartilhar e utilizar ativos de conhecimento, auxiliando-o nos processos decisórios em sua atuação profissional. A partir do aporte interdisciplinar da Educação, cujas ações voltadas ao ensinar e ao aprender propiciam um processo de conscientização e emancipação ao indivíduo como construtor de conhecimento, é possível refletir sobre o papel da gestão do conhecimento em contexto universitário. No entanto, ao refletir sobre a educação no contexto atual, observa-se que o ensino, composto pela intenção de ensinar e pelo resultado de aprender, muitas vezes se reduz a intenção de ensinar. A pesquisa, desenvolvedora da autonomia do discente por meio de postura investigativa, não é uma prática abrangente na graduação. A extensão, socializadora do conhecimento, é comumente esquecida ou transformada em ato de ‘filantropia’. Nessa perspectiva, justifica-se esta pesquisa pela necessidade de identificar e caracterizar práticas de gestão do conhecimento em contextos universitários, de maneira a torná-las ferramentas que, aplicadas à indissociabilidade do ensino, da pesquisa e da extensão, contribua para a ação docente e, consequentemente, para a formação discente que, por sua vez, contribuirá com a sociedade. O objetivo desta pesquisa centrada na análise de modelos e práticas de gestão do conhecimento aplicados à construção e compartilhamento de conhecimento, visa a efetivação da indissociabilidade do tripé ensino-pesquisa-extensão. O referencial teórico apresenta a criticidade como relevante critério de verdade do conhecimento construído na relação sujeito/objeto. Compreendendo as atividades individuais e coletivas para a criação e o compartilhamento de conhecimento, por meio da gestão do conhecimento, identifica-se o potencial de interferência nessas atividades e a complexidade da apropriação e construção de conhecimento. Neste contexto, identificou-se a luta das universidades, ao enfrentar as ameaças capitalistas, para sobrepor a reprodução no que tange a construção de conhecimento. A formação e profissionalização continuada do docente universitário se apresentam frágil, mas fundamental para este embate. No que diz respeito aos procedimentos metodológicos, foi utilizado a Análise de Conteúdo, mais especificamente a técnica Análise Categorial, proposta por Bardin (2004), no seguintes domínios comunicação dual (entrevistas com docentes). O universo da pesquisa foi constituído pela Universidade Federal de Goiás, por ser um importante centro de educação superior para a Região Centro-Oeste do Brasil. A partir da análise dos dados, foi possível concluir que a maioria dos docentes da universidade pesquisada, apesar de terem uma formação mais direcionada para a pesquisa e não para a docência universitária, estavam conscientes de suas funções na formação do discente e buscavam melhorias para esta. Porém, encontravam barreiras, principalmente, devido a cultura organizacional não estar pautada no compartilhamento de conhecimento de forma institucionalizada.
publishDate 2018
dc.date.none.fl_str_mv 2018-06-18T15:12:25Z
2018-06-18T15:12:25Z
2018-05-16
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://hdl.handle.net/11449/154277
000905202
33004110043P4
1484808558396980
0000-0003-4248-5934
url http://hdl.handle.net/11449/154277
identifier_str_mv 000905202
33004110043P4
1484808558396980
0000-0003-4248-5934
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv application/pdf
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Repositório Institucional da UNESP
instname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron:UNESP
instname_str Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron_str UNESP
institution UNESP
reponame_str Repositório Institucional da UNESP
collection Repositório Institucional da UNESP
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1803649282418409472