Qualidade de rosas de corte tratadas com produtos naturais

Detalhes bibliográficos
Autor(a) principal: Pietro, Júlia de [UNESP]
Data de Publicação: 2012
Outros Autores: Mattiuz, Ben-Hur [UNESP], Mattiuz, Claudia Fabrino Machado [UNESP], Rodrigues, Teresinha de Jesus Deléo [UNESP]
Tipo de documento: Artigo
Idioma: por
Título da fonte: Repositório Institucional da UNESP
Texto Completo: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782012005000071
http://hdl.handle.net/11449/29495
Resumo: O uso de produtos naturais como conservantes florais vem contribuir para a redução do uso indiscriminado de produtos químicos potencialmente tóxicos. Assim, objetivou-se neste trabalho testar soluções para manter a qualidade e aumentar a durabilidade comercial de rosas vermelhas cortadas da cv. 'Vega'. Foi empregado o delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial composto por seis tratamentos pós-colheita e quatro datas de avaliação. Os tratamentos realizados foram os seguintes: 1) Água destilada; 2) Metil jasmonato (350µM); aplicado na forma de pulsing, por quatro horas; 3) Pulverização de Metil jasmonato (500µM); 4) Óleo de menta (100ppm); 5) Óleo de gengibre (100ppm); e 6) Própolis (0,05%), utilizados na forma de solução de manutenção. As flores foram mantidas em ambiente com temperatura de 20±2°C e umidade relativa de 67±3%. Procedeu-se a avaliações fisiológicas e qualitativas. de modo geral, os produtos naturais apresentaram ação benéfica sobre a vida de vaso das flores, entretanto, o uso do metil jasmonato em pulverização mostrou, em todos os parâmetros avaliados, ser o produto mais eficiente para manutenção da qualidade floral, promovendo menor perda de massa fresca e menor taxa respiratória das flores, além de permitir melhoria na manutenção da coloração, do conteúdo relativo de água e de carboidratos redutores.
id UNSP_373ac82001165ab1b167076e2ee85379
oai_identifier_str oai:repositorio.unesp.br:11449/29495
network_acronym_str UNSP
network_name_str Repositório Institucional da UNESP
repository_id_str 2946
spelling Qualidade de rosas de corte tratadas com produtos naturaisQuality of cut roses treated with natural productsRosa spmetil jasmonatemint oilginger oilpropolisRosa sp.metil jasmonatoóleo de mentaóleo de gengibreprópolisO uso de produtos naturais como conservantes florais vem contribuir para a redução do uso indiscriminado de produtos químicos potencialmente tóxicos. Assim, objetivou-se neste trabalho testar soluções para manter a qualidade e aumentar a durabilidade comercial de rosas vermelhas cortadas da cv. 'Vega'. Foi empregado o delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial composto por seis tratamentos pós-colheita e quatro datas de avaliação. Os tratamentos realizados foram os seguintes: 1) Água destilada; 2) Metil jasmonato (350µM); aplicado na forma de pulsing, por quatro horas; 3) Pulverização de Metil jasmonato (500µM); 4) Óleo de menta (100ppm); 5) Óleo de gengibre (100ppm); e 6) Própolis (0,05%), utilizados na forma de solução de manutenção. As flores foram mantidas em ambiente com temperatura de 20±2°C e umidade relativa de 67±3%. Procedeu-se a avaliações fisiológicas e qualitativas. de modo geral, os produtos naturais apresentaram ação benéfica sobre a vida de vaso das flores, entretanto, o uso do metil jasmonato em pulverização mostrou, em todos os parâmetros avaliados, ser o produto mais eficiente para manutenção da qualidade floral, promovendo menor perda de massa fresca e menor taxa respiratória das flores, além de permitir melhoria na manutenção da coloração, do conteúdo relativo de água e de carboidratos redutores.Use of natural products like floral preservative has contributed to reduce indiscriminate use of chemical products. Therefore, this research tested solutions to keep quality and to increase commercial durability of 'Vega' cv. cut roses. It was used a casual design in a factorial schema composed by six post harvest treatments and four evaluation dates. The following treatments were conducted: 1) Distilled water; 2) Metil jasmonate (350µM) application in pulsing form for four hours; 3) Metil jasmonate (500µM) spraying; 4) Mint oil (100ppm); 5) Ginger oil (100ppm); and 6) Propolis (0.05%) used as a maintenance solution. Flowers stayed in an environment at 20±2°C and 67±3% RH. Physiological and qualitative evaluations were conducted. Generally speaking, natural products presented a beneficial action over the shelf life of flowers. However, metil jasmonate spraying was, in all evaluated parameters, the most efficient product to maintain floral quality, providing a lower fresh mass loss and a lower respiratory rate of flowers. It also permitted improvement in coloration maintenance, water relative content and reducing sugars.Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)Universidade Estadual de São Paulo (UNESP) Departamento de TecnologiaUNESP FCAVUniversidade Estadual de São Paulo (UNESP) Departamento de TecnologiaUNESP FCAVUniversidade Federal de Santa Maria (UFSM)Universidade Estadual Paulista (Unesp)Pietro, Júlia de [UNESP]Mattiuz, Ben-Hur [UNESP]Mattiuz, Claudia Fabrino Machado [UNESP]Rodrigues, Teresinha de Jesus Deléo [UNESP]2014-05-20T15:15:10Z2014-05-20T15:15:10Z2012-10-01info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/article1781-1788application/pdfhttp://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782012005000071Ciência Rural. Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), v. 42, n. 10, p. 1781-1788, 2012.0103-8478http://hdl.handle.net/11449/2949510.1590/S0103-84782012005000071S0103-84782012001000011WOS:000309720300011S0103-84782012001000011.pdfSciELOreponame:Repositório Institucional da UNESPinstname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)instacron:UNESPporCiência Rural0.5250,337info:eu-repo/semantics/openAccess2024-06-07T15:31:59Zoai:repositorio.unesp.br:11449/29495Repositório InstitucionalPUBhttp://repositorio.unesp.br/oai/requestopendoar:29462024-06-07T15:31:59Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)false
dc.title.none.fl_str_mv Qualidade de rosas de corte tratadas com produtos naturais
Quality of cut roses treated with natural products
title Qualidade de rosas de corte tratadas com produtos naturais
spellingShingle Qualidade de rosas de corte tratadas com produtos naturais
Pietro, Júlia de [UNESP]
Rosa sp
metil jasmonate
mint oil
ginger oil
propolis
Rosa sp.
metil jasmonato
óleo de menta
óleo de gengibre
própolis
title_short Qualidade de rosas de corte tratadas com produtos naturais
title_full Qualidade de rosas de corte tratadas com produtos naturais
title_fullStr Qualidade de rosas de corte tratadas com produtos naturais
title_full_unstemmed Qualidade de rosas de corte tratadas com produtos naturais
title_sort Qualidade de rosas de corte tratadas com produtos naturais
author Pietro, Júlia de [UNESP]
author_facet Pietro, Júlia de [UNESP]
Mattiuz, Ben-Hur [UNESP]
Mattiuz, Claudia Fabrino Machado [UNESP]
Rodrigues, Teresinha de Jesus Deléo [UNESP]
author_role author
author2 Mattiuz, Ben-Hur [UNESP]
Mattiuz, Claudia Fabrino Machado [UNESP]
Rodrigues, Teresinha de Jesus Deléo [UNESP]
author2_role author
author
author
dc.contributor.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.contributor.author.fl_str_mv Pietro, Júlia de [UNESP]
Mattiuz, Ben-Hur [UNESP]
Mattiuz, Claudia Fabrino Machado [UNESP]
Rodrigues, Teresinha de Jesus Deléo [UNESP]
dc.subject.por.fl_str_mv Rosa sp
metil jasmonate
mint oil
ginger oil
propolis
Rosa sp.
metil jasmonato
óleo de menta
óleo de gengibre
própolis
topic Rosa sp
metil jasmonate
mint oil
ginger oil
propolis
Rosa sp.
metil jasmonato
óleo de menta
óleo de gengibre
própolis
description O uso de produtos naturais como conservantes florais vem contribuir para a redução do uso indiscriminado de produtos químicos potencialmente tóxicos. Assim, objetivou-se neste trabalho testar soluções para manter a qualidade e aumentar a durabilidade comercial de rosas vermelhas cortadas da cv. 'Vega'. Foi empregado o delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial composto por seis tratamentos pós-colheita e quatro datas de avaliação. Os tratamentos realizados foram os seguintes: 1) Água destilada; 2) Metil jasmonato (350µM); aplicado na forma de pulsing, por quatro horas; 3) Pulverização de Metil jasmonato (500µM); 4) Óleo de menta (100ppm); 5) Óleo de gengibre (100ppm); e 6) Própolis (0,05%), utilizados na forma de solução de manutenção. As flores foram mantidas em ambiente com temperatura de 20±2°C e umidade relativa de 67±3%. Procedeu-se a avaliações fisiológicas e qualitativas. de modo geral, os produtos naturais apresentaram ação benéfica sobre a vida de vaso das flores, entretanto, o uso do metil jasmonato em pulverização mostrou, em todos os parâmetros avaliados, ser o produto mais eficiente para manutenção da qualidade floral, promovendo menor perda de massa fresca e menor taxa respiratória das flores, além de permitir melhoria na manutenção da coloração, do conteúdo relativo de água e de carboidratos redutores.
publishDate 2012
dc.date.none.fl_str_mv 2012-10-01
2014-05-20T15:15:10Z
2014-05-20T15:15:10Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/article
format article
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782012005000071
Ciência Rural. Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), v. 42, n. 10, p. 1781-1788, 2012.
0103-8478
http://hdl.handle.net/11449/29495
10.1590/S0103-84782012005000071
S0103-84782012001000011
WOS:000309720300011
S0103-84782012001000011.pdf
url http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782012005000071
http://hdl.handle.net/11449/29495
identifier_str_mv Ciência Rural. Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), v. 42, n. 10, p. 1781-1788, 2012.
0103-8478
10.1590/S0103-84782012005000071
S0103-84782012001000011
WOS:000309720300011
S0103-84782012001000011.pdf
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.relation.none.fl_str_mv Ciência Rural
0.525
0,337
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv 1781-1788
application/pdf
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
publisher.none.fl_str_mv Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
dc.source.none.fl_str_mv SciELO
reponame:Repositório Institucional da UNESP
instname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron:UNESP
instname_str Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron_str UNESP
institution UNESP
reponame_str Repositório Institucional da UNESP
collection Repositório Institucional da UNESP
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1803649808234184704