Conservação pós-colheita de goiabas 'Kumagai': efeito do estádio de maturação e da temperatura de armazenamento

Detalhes bibliográficos
Autor(a) principal: Morgado, Cristiane Maria Ascari [UNESP]
Data de Publicação: 2010
Outros Autores: Durigan, José Fernando [UNESP], Lopes, Valquíria Garcia, Santos, Leandra Oliveira [UNESP]
Tipo de documento: Artigo
Idioma: por
Título da fonte: Repositório Institucional da UNESP
Texto Completo: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452010000400008
http://hdl.handle.net/11449/4164
Resumo: Este trabalho teve como objetivo estabelecer a importância do estádio de maturação e do uso da refrigeração na conservação de goiabas 'Kumagai'. Frutos de vez e maduros foram armazenados sob condição de ambiente (21ºC e 85%UR) e a 10ºC (85%UR) e avaliados periodicamente quanto à perda de massa fresca, aparência, podridões, coloração da casca, firmeza da polpa e teores de sólidos solúveis, acidez titulável, ácido ascórbico e polifenóis extraíveis totais, assim como da atividade antioxidante total. Goiabas de vez, a 21ºC e 85% UR, conservaram sua qualidade por seis dias, mas quando a 10ºC e 85% UR, este período de conservação aumentou para 12 dias. Os frutos armazenados maduros conservaram-se por quatro dias sob condição ambiente, o qual foi ampliado com a refrigeração para 9 dias. Goiabas de vez, armazenadas a 10ºC, apresentaram a maior vida útil, os maiores teores de sólidos solúveis e de acidez titulável. Também apresentaram aumento nos teores de polifenóis extraíveis totais, com aumento na atividade antioxidante total, e nos teores de ácido ascórbico.
id UNSP_47237afbc3a65c1e805af6e244974bb0
oai_identifier_str oai:repositorio.unesp.br:11449/4164
network_acronym_str UNSP
network_name_str Repositório Institucional da UNESP
repository_id_str 2946
spelling Conservação pós-colheita de goiabas 'Kumagai': efeito do estádio de maturação e da temperatura de armazenamentoPostharvest conservation of 'Kumagai' guavas in two maturation stages under two storage temperaturesPsidium guajavarefrigeration storageHarvest pointPsidium guajavaArmazenamento refrigeradoPonto de colheitaEste trabalho teve como objetivo estabelecer a importância do estádio de maturação e do uso da refrigeração na conservação de goiabas 'Kumagai'. Frutos de vez e maduros foram armazenados sob condição de ambiente (21ºC e 85%UR) e a 10ºC (85%UR) e avaliados periodicamente quanto à perda de massa fresca, aparência, podridões, coloração da casca, firmeza da polpa e teores de sólidos solúveis, acidez titulável, ácido ascórbico e polifenóis extraíveis totais, assim como da atividade antioxidante total. Goiabas de vez, a 21ºC e 85% UR, conservaram sua qualidade por seis dias, mas quando a 10ºC e 85% UR, este período de conservação aumentou para 12 dias. Os frutos armazenados maduros conservaram-se por quatro dias sob condição ambiente, o qual foi ampliado com a refrigeração para 9 dias. Goiabas de vez, armazenadas a 10ºC, apresentaram a maior vida útil, os maiores teores de sólidos solúveis e de acidez titulável. Também apresentaram aumento nos teores de polifenóis extraíveis totais, com aumento na atividade antioxidante total, e nos teores de ácido ascórbico.This work aimed to establish the importance of maturation stage and the use of refrigeration, for conservation of Kumagai guavas. Fruit in mature and ripe stage were stored under ambient condition (21ºC e 85%RH) and 10ºC (85%UR) and periodic evaluated for weight loss, appearance, rotting evolution, color of peel, pulp firmness and soluble solids, titratable acidity, ascorbic acid and total extractable polyphenols content, and total antioxidant activity. Mature guavas at 21ºC and 85% RH preserved its quality for 6 days, but when at 10ºC and 85%RH, this preservation period increased to 12 days. Fruit stored at ripe stage, were preserved for 4 days under ambient condition, which was enlarged with the refrigeration to 9 days. Mature guavas, stored at 10ºC, had the biggest shelf life and soluble solids and titratable acidity content. Also, showed increase in total extractable polyphenols content, with increasing values for total antioxidant activity, and ascorbic acid content.Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)UNESP FCAV Depto. de TecnologiaUNESP FCAV Departamento de TecnologiaUNESP FCAV Depto. de TecnologiaUNESP FCAV Departamento de TecnologiaSociedade Brasileira de FruticulturaUniversidade Estadual Paulista (Unesp)Morgado, Cristiane Maria Ascari [UNESP]Durigan, José Fernando [UNESP]Lopes, Valquíria GarciaSantos, Leandra Oliveira [UNESP]2014-05-20T13:17:52Z2014-05-20T13:17:52Z2010-12-01info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/article1001-1008application/pdfhttp://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452010000400008Revista Brasileira de Fruticultura. Sociedade Brasileira de Fruticultura, v. 32, n. 4, p. 1001-1008, 2010.0100-2945http://hdl.handle.net/11449/416410.1590/S0100-29452010000400008S0100-29452010000400008WOS:000287816000007S0100-29452010000400008.pdfSciELOreponame:Repositório Institucional da UNESPinstname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)instacron:UNESPporRevista Brasileira de Fruticultura0.4750,410info:eu-repo/semantics/openAccess2024-06-07T15:32:35Zoai:repositorio.unesp.br:11449/4164Repositório InstitucionalPUBhttp://repositorio.unesp.br/oai/requestopendoar:29462024-06-07T15:32:35Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)false
dc.title.none.fl_str_mv Conservação pós-colheita de goiabas 'Kumagai': efeito do estádio de maturação e da temperatura de armazenamento
Postharvest conservation of 'Kumagai' guavas in two maturation stages under two storage temperatures
title Conservação pós-colheita de goiabas 'Kumagai': efeito do estádio de maturação e da temperatura de armazenamento
spellingShingle Conservação pós-colheita de goiabas 'Kumagai': efeito do estádio de maturação e da temperatura de armazenamento
Morgado, Cristiane Maria Ascari [UNESP]
Psidium guajava
refrigeration storage
Harvest point
Psidium guajava
Armazenamento refrigerado
Ponto de colheita
title_short Conservação pós-colheita de goiabas 'Kumagai': efeito do estádio de maturação e da temperatura de armazenamento
title_full Conservação pós-colheita de goiabas 'Kumagai': efeito do estádio de maturação e da temperatura de armazenamento
title_fullStr Conservação pós-colheita de goiabas 'Kumagai': efeito do estádio de maturação e da temperatura de armazenamento
title_full_unstemmed Conservação pós-colheita de goiabas 'Kumagai': efeito do estádio de maturação e da temperatura de armazenamento
title_sort Conservação pós-colheita de goiabas 'Kumagai': efeito do estádio de maturação e da temperatura de armazenamento
author Morgado, Cristiane Maria Ascari [UNESP]
author_facet Morgado, Cristiane Maria Ascari [UNESP]
Durigan, José Fernando [UNESP]
Lopes, Valquíria Garcia
Santos, Leandra Oliveira [UNESP]
author_role author
author2 Durigan, José Fernando [UNESP]
Lopes, Valquíria Garcia
Santos, Leandra Oliveira [UNESP]
author2_role author
author
author
dc.contributor.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.contributor.author.fl_str_mv Morgado, Cristiane Maria Ascari [UNESP]
Durigan, José Fernando [UNESP]
Lopes, Valquíria Garcia
Santos, Leandra Oliveira [UNESP]
dc.subject.por.fl_str_mv Psidium guajava
refrigeration storage
Harvest point
Psidium guajava
Armazenamento refrigerado
Ponto de colheita
topic Psidium guajava
refrigeration storage
Harvest point
Psidium guajava
Armazenamento refrigerado
Ponto de colheita
description Este trabalho teve como objetivo estabelecer a importância do estádio de maturação e do uso da refrigeração na conservação de goiabas 'Kumagai'. Frutos de vez e maduros foram armazenados sob condição de ambiente (21ºC e 85%UR) e a 10ºC (85%UR) e avaliados periodicamente quanto à perda de massa fresca, aparência, podridões, coloração da casca, firmeza da polpa e teores de sólidos solúveis, acidez titulável, ácido ascórbico e polifenóis extraíveis totais, assim como da atividade antioxidante total. Goiabas de vez, a 21ºC e 85% UR, conservaram sua qualidade por seis dias, mas quando a 10ºC e 85% UR, este período de conservação aumentou para 12 dias. Os frutos armazenados maduros conservaram-se por quatro dias sob condição ambiente, o qual foi ampliado com a refrigeração para 9 dias. Goiabas de vez, armazenadas a 10ºC, apresentaram a maior vida útil, os maiores teores de sólidos solúveis e de acidez titulável. Também apresentaram aumento nos teores de polifenóis extraíveis totais, com aumento na atividade antioxidante total, e nos teores de ácido ascórbico.
publishDate 2010
dc.date.none.fl_str_mv 2010-12-01
2014-05-20T13:17:52Z
2014-05-20T13:17:52Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/article
format article
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452010000400008
Revista Brasileira de Fruticultura. Sociedade Brasileira de Fruticultura, v. 32, n. 4, p. 1001-1008, 2010.
0100-2945
http://hdl.handle.net/11449/4164
10.1590/S0100-29452010000400008
S0100-29452010000400008
WOS:000287816000007
S0100-29452010000400008.pdf
url http://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452010000400008
http://hdl.handle.net/11449/4164
identifier_str_mv Revista Brasileira de Fruticultura. Sociedade Brasileira de Fruticultura, v. 32, n. 4, p. 1001-1008, 2010.
0100-2945
10.1590/S0100-29452010000400008
S0100-29452010000400008
WOS:000287816000007
S0100-29452010000400008.pdf
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.relation.none.fl_str_mv Revista Brasileira de Fruticultura
0.475
0,410
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv 1001-1008
application/pdf
dc.publisher.none.fl_str_mv Sociedade Brasileira de Fruticultura
publisher.none.fl_str_mv Sociedade Brasileira de Fruticultura
dc.source.none.fl_str_mv SciELO
reponame:Repositório Institucional da UNESP
instname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron:UNESP
instname_str Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron_str UNESP
institution UNESP
reponame_str Repositório Institucional da UNESP
collection Repositório Institucional da UNESP
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1805283514794377216