Burocracia na administração da escola pública brasileira

Bibliographic Details
Main Author: Farenzena, Nalú
Publication Date: 1990
Format: Master thesis
Language: por
Source: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRGS
Download full: http://hdl.handle.net/10183/198821
Summary: A partir da década de setenta, no Brasil, são empreendidas reformas no âmbito da educação, compreendendo modificações na organização, funcionamento e administração do sistema educacional. Essas modificações se dão num contexto de redefinição dos mecanismos da acumulação capitalista brasileira, onde o projeto militar - tecnocrático de desenvolvimento e o aprofundamento da dependência brasileira no contexto do capitalismo internacional, triunfam como estratégia de modernização com o golpe de 1964. Predomina uma concepção de educação pautada na Teoria do Capital Humano, enfatizando-se aspectos micro e macro econômicos da expansão da escolarização. No entanto, continuou operando-se uma educação restritiva que reproduz uma estratificação social profundamente •desigual. As propostas de democratização para a área educacional serviram muito mais à legitimação do Estado, que buscava apresentar - se como promotor da “justiça social” e de um pretenso desenvolvimento de toda a sociedade, do que a seus fins manifestos. Na Reforma Administrativa do sistema educacional prepondera o princípio do controle centralizado. O trabalho toma como referência a Reforma Administrativa do sistema educacional do estado do Rio Grande do Sul, na década de setenta. Esta, assim como a Reforma Administrativa Federal, procura aplicar à rea1idade brasileira um projeto que tem como pressupostos elementos teóricos da Teoria Clássica da Administração e do modelo ideal weberiano de burocracia. Estes elementos são tomados como garantia de eficiência e eficácia no atendimento dos objetivos educacionais. Percebendo que os pressupostos destas teorias refletem e reforçam amplamente o controle dos processos de trabalho na sociedade capitalista, marcadamente pela separação entre concepção e execução do processo de trabalho, o estudo conclui que a organização burocrática para a administração da educação constitui- se numa forma de subordinar a educação às determinações das instâncias estruturais, no sentido de que a expansão das oportunidades de escolarização não se constituíssem em espaço para ações críticas e transformadoras da realidade.
id URGS_9a8845c120385d810ffdf753c33a57bb
oai_identifier_str oai:www.lume.ufrgs.br:10183/198821
network_acronym_str URGS
network_name_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRGS
repository_id_str 1853
spelling Farenzena, NalúLuce, Maria Beatriz2019-09-05T02:33:45Z1990http://hdl.handle.net/10183/198821000034419A partir da década de setenta, no Brasil, são empreendidas reformas no âmbito da educação, compreendendo modificações na organização, funcionamento e administração do sistema educacional. Essas modificações se dão num contexto de redefinição dos mecanismos da acumulação capitalista brasileira, onde o projeto militar - tecnocrático de desenvolvimento e o aprofundamento da dependência brasileira no contexto do capitalismo internacional, triunfam como estratégia de modernização com o golpe de 1964. Predomina uma concepção de educação pautada na Teoria do Capital Humano, enfatizando-se aspectos micro e macro econômicos da expansão da escolarização. No entanto, continuou operando-se uma educação restritiva que reproduz uma estratificação social profundamente •desigual. As propostas de democratização para a área educacional serviram muito mais à legitimação do Estado, que buscava apresentar - se como promotor da “justiça social” e de um pretenso desenvolvimento de toda a sociedade, do que a seus fins manifestos. Na Reforma Administrativa do sistema educacional prepondera o princípio do controle centralizado. O trabalho toma como referência a Reforma Administrativa do sistema educacional do estado do Rio Grande do Sul, na década de setenta. Esta, assim como a Reforma Administrativa Federal, procura aplicar à rea1idade brasileira um projeto que tem como pressupostos elementos teóricos da Teoria Clássica da Administração e do modelo ideal weberiano de burocracia. Estes elementos são tomados como garantia de eficiência e eficácia no atendimento dos objetivos educacionais. Percebendo que os pressupostos destas teorias refletem e reforçam amplamente o controle dos processos de trabalho na sociedade capitalista, marcadamente pela separação entre concepção e execução do processo de trabalho, o estudo conclui que a organização burocrática para a administração da educação constitui- se numa forma de subordinar a educação às determinações das instâncias estruturais, no sentido de que a expansão das oportunidades de escolarização não se constituíssem em espaço para ações críticas e transformadoras da realidade.In Brazil, from the l970s on, reforms are carried out in the field of educaction, comprising changes in the organization , operation, and administration of the educational system. These changes are set up in a context where the mechanisms of the Brazilian capitalist accumulation are being redefined: the military-techonocratic project of development and the increased Brazilian dependence within the context of international capita1ism prevail as a strategy for modernization, along with the 1964 coup . There is a predominant conception of education, based on the Theory of Human Capital, emphasizing the micro and macro economic aspects of the expansion of schooling . However, a restrictive education continued operating, one which reproduces a social stratification deeply unequal. The proposals for democratization of the educational area served much less their manifest objectives than the legitimation of the State which sought to present itself as a prometer of “social justice” and of an alleged development of society as a whole. In the Administrative Reform of the educational system, the principle of centralized control prevails. The work takes as reference the Administrative Reform of the educational system from the 1970s. That reform, like the Federal Administrative Reform, aims at applying to the Brazilian scenery a project which is based on theoretical elements from the Classic Administration Theory and from Weber's ideal model of bureaucracy. These elements are taken as a guarantee of efficiency and efficacy in the attainment of educational goals. Aware of the fact that the assumptions stated in those theories reflect and reinforce substantially the control of the work processes in the capitalist society - mainly through the separation of conception and operation of the work process - the study concludes that the bureaucratic organization for the administration of education constitutes a way of subordinating education to the guidelines of the structural instances , in such terms that the expansion of schooling opportunities does not make room for criticism and changes.application/pdfporBurocraciaEnsino públicoBrasilBurocracia na administração da escola pública brasileirainfo:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesisUniversidade Federal do Rio Grande do SulFaculdade de EducaçãoCurso de Pós-Graduação em EducaçãoPorto Alegre, BR-RS1990mestradoinfo:eu-repo/semantics/openAccessreponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRGSinstname:Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)instacron:UFRGSTEXT000034419.pdf.txt000034419.pdf.txtExtracted Texttext/plain333747http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/10183/198821/2/000034419.pdf.txte3ddfa16a369416e11404e92cde610ceMD52ORIGINAL000034419.pdfTexto completoapplication/pdf42510864http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/10183/198821/1/000034419.pdf441e28739ec363c8df91e46a11d91a05MD5110183/1988212019-09-06 02:33:09.882573oai:www.lume.ufrgs.br:10183/198821Biblioteca Digital de Teses e Dissertaçõeshttps://lume.ufrgs.br/handle/10183/2PUBhttps://lume.ufrgs.br/oai/requestlume@ufrgs.br||lume@ufrgs.bropendoar:18532019-09-06T05:33:09Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)false
dc.title.pt_BR.fl_str_mv Burocracia na administração da escola pública brasileira
title Burocracia na administração da escola pública brasileira
spellingShingle Burocracia na administração da escola pública brasileira
Farenzena, Nalú
Burocracia
Ensino público
Brasil
title_short Burocracia na administração da escola pública brasileira
title_full Burocracia na administração da escola pública brasileira
title_fullStr Burocracia na administração da escola pública brasileira
title_full_unstemmed Burocracia na administração da escola pública brasileira
title_sort Burocracia na administração da escola pública brasileira
author Farenzena, Nalú
author_facet Farenzena, Nalú
author_role author
dc.contributor.author.fl_str_mv Farenzena, Nalú
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Luce, Maria Beatriz
contributor_str_mv Luce, Maria Beatriz
dc.subject.por.fl_str_mv Burocracia
Ensino público
Brasil
topic Burocracia
Ensino público
Brasil
description A partir da década de setenta, no Brasil, são empreendidas reformas no âmbito da educação, compreendendo modificações na organização, funcionamento e administração do sistema educacional. Essas modificações se dão num contexto de redefinição dos mecanismos da acumulação capitalista brasileira, onde o projeto militar - tecnocrático de desenvolvimento e o aprofundamento da dependência brasileira no contexto do capitalismo internacional, triunfam como estratégia de modernização com o golpe de 1964. Predomina uma concepção de educação pautada na Teoria do Capital Humano, enfatizando-se aspectos micro e macro econômicos da expansão da escolarização. No entanto, continuou operando-se uma educação restritiva que reproduz uma estratificação social profundamente •desigual. As propostas de democratização para a área educacional serviram muito mais à legitimação do Estado, que buscava apresentar - se como promotor da “justiça social” e de um pretenso desenvolvimento de toda a sociedade, do que a seus fins manifestos. Na Reforma Administrativa do sistema educacional prepondera o princípio do controle centralizado. O trabalho toma como referência a Reforma Administrativa do sistema educacional do estado do Rio Grande do Sul, na década de setenta. Esta, assim como a Reforma Administrativa Federal, procura aplicar à rea1idade brasileira um projeto que tem como pressupostos elementos teóricos da Teoria Clássica da Administração e do modelo ideal weberiano de burocracia. Estes elementos são tomados como garantia de eficiência e eficácia no atendimento dos objetivos educacionais. Percebendo que os pressupostos destas teorias refletem e reforçam amplamente o controle dos processos de trabalho na sociedade capitalista, marcadamente pela separação entre concepção e execução do processo de trabalho, o estudo conclui que a organização burocrática para a administração da educação constitui- se numa forma de subordinar a educação às determinações das instâncias estruturais, no sentido de que a expansão das oportunidades de escolarização não se constituíssem em espaço para ações críticas e transformadoras da realidade.
publishDate 1990
dc.date.issued.fl_str_mv 1990
dc.date.accessioned.fl_str_mv 2019-09-05T02:33:45Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://hdl.handle.net/10183/198821
dc.identifier.nrb.pt_BR.fl_str_mv 000034419
url http://hdl.handle.net/10183/198821
identifier_str_mv 000034419
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv application/pdf
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRGS
instname:Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
instacron:UFRGS
instname_str Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
instacron_str UFRGS
institution UFRGS
reponame_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRGS
collection Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRGS
bitstream.url.fl_str_mv http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/10183/198821/2/000034419.pdf.txt
http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/10183/198821/1/000034419.pdf
bitstream.checksum.fl_str_mv e3ddfa16a369416e11404e92cde610ce
441e28739ec363c8df91e46a11d91a05
bitstream.checksumAlgorithm.fl_str_mv MD5
MD5
repository.name.fl_str_mv Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
repository.mail.fl_str_mv lume@ufrgs.br||lume@ufrgs.br
_version_ 1748869960043593728