Trilhas de comunicação científica : links de postagens de pesquisadores brasileiros nos blogs de ciência

Detalhes bibliográficos
Autor(a) principal: Sousa, Rodrigo Silva Caxias de
Data de Publicação: 2011
Tipo de documento: Tese
Idioma: por
Título da fonte: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRGS
Texto Completo: http://hdl.handle.net/10183/32525
Resumo: O objetivo deste estudo consiste em interpretar o uso dos links nas postagens dos blogs de pesquisadores brasileiros. A investigação tem início através da análise dos links dos blogs inclusos no Anel de Blogs Científicos. Sua efetivação ocorre a partir da composição dos aglomerados das redes de links oriundas dos blogrolls, dos blogs de ciência circunscritos ao Anel de Blogs Científicos. Em momento posterior, foram categorizados os 640 links inclusos no conteúdo das postagens de acordo com as categorias de funções e motivações obtidas de estudos precedentes, e de categorias que emergiram do fenômeno estudado. Por fim, a compreensão das motivações para a inserção de links na composição das postagens dos blogs e as funções que esses links cumprem foi inferida através da Análise de Conteúdo dos contextos aos quais os links estavam inseridos, considerando os espaços aos quais o leitor é remetido a partir de sua ativação. Resultados indicam que o conceito de diários pessoais, em que as mensagens têm um número reduzido de caracteres e são apresentadas em ordem cronológica inversa, só se confirmam em relação a essa última característica, decorrente dos softwares de composição que assim a condicionam. A pouca incidência de links em relação aos blogs de pesquisadores permite afirmar que há uma baixa conectividade por parte dos blogs compostos por diferentes atores que compõem a amostra relativa ao Anel e às áreas as quais pertencem, reforçada pela baixa existência de links entre as postagens e os comentários. Reforça essa questão a ausência de links trackbaks entre os comentários das postagens selecionadas. A primeira das hipóteses que guia o estudo foi refutada, na medida em que as postagens não indicam rearticulações através de seus links de interlocuções entre pesquisadores, leigos e jornalistas científicos, não permitindo reordenações e maior amplitude dessas interlocuções junto à sociedade. A segunda das hipóteses foi confirmada por se basear no fato de que os links colocam em evidência que os documentos e fontes de informação relacionados a partir desses dispositivos (links) são um híbrido de uso e socialização de informações, estas tanto circunscritas às fontes e documentos científicos quanto a fontes e documentos que não se caracterizem tradicionalmente como parte do ciclo de produção científica. A terceira hipótese que guia este estudo foi refutada, pois os dados analisados indicam que o uso dos links por pesquisadores brasileiros não se baseia em funções e motivações que objetivam agilizar processos de produção e comunicação dos resultados de pesquisa através de blogs.
id URGS_c43eddf41760502e103fb26426d8afa0
oai_identifier_str oai:www.lume.ufrgs.br:10183/32525
network_acronym_str URGS
network_name_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRGS
repository_id_str 1853
spelling Sousa, Rodrigo Silva Caxias deCaregnato, Sonia Elisa2011-10-05T01:17:43Z2011http://hdl.handle.net/10183/32525000787718O objetivo deste estudo consiste em interpretar o uso dos links nas postagens dos blogs de pesquisadores brasileiros. A investigação tem início através da análise dos links dos blogs inclusos no Anel de Blogs Científicos. Sua efetivação ocorre a partir da composição dos aglomerados das redes de links oriundas dos blogrolls, dos blogs de ciência circunscritos ao Anel de Blogs Científicos. Em momento posterior, foram categorizados os 640 links inclusos no conteúdo das postagens de acordo com as categorias de funções e motivações obtidas de estudos precedentes, e de categorias que emergiram do fenômeno estudado. Por fim, a compreensão das motivações para a inserção de links na composição das postagens dos blogs e as funções que esses links cumprem foi inferida através da Análise de Conteúdo dos contextos aos quais os links estavam inseridos, considerando os espaços aos quais o leitor é remetido a partir de sua ativação. Resultados indicam que o conceito de diários pessoais, em que as mensagens têm um número reduzido de caracteres e são apresentadas em ordem cronológica inversa, só se confirmam em relação a essa última característica, decorrente dos softwares de composição que assim a condicionam. A pouca incidência de links em relação aos blogs de pesquisadores permite afirmar que há uma baixa conectividade por parte dos blogs compostos por diferentes atores que compõem a amostra relativa ao Anel e às áreas as quais pertencem, reforçada pela baixa existência de links entre as postagens e os comentários. Reforça essa questão a ausência de links trackbaks entre os comentários das postagens selecionadas. A primeira das hipóteses que guia o estudo foi refutada, na medida em que as postagens não indicam rearticulações através de seus links de interlocuções entre pesquisadores, leigos e jornalistas científicos, não permitindo reordenações e maior amplitude dessas interlocuções junto à sociedade. A segunda das hipóteses foi confirmada por se basear no fato de que os links colocam em evidência que os documentos e fontes de informação relacionados a partir desses dispositivos (links) são um híbrido de uso e socialização de informações, estas tanto circunscritas às fontes e documentos científicos quanto a fontes e documentos que não se caracterizem tradicionalmente como parte do ciclo de produção científica. A terceira hipótese que guia este estudo foi refutada, pois os dados analisados indicam que o uso dos links por pesquisadores brasileiros não se baseia em funções e motivações que objetivam agilizar processos de produção e comunicação dos resultados de pesquisa através de blogs.The aim of this study is to interpret the use of links on the blog postings by Brazilian researchers. The investigation begins by examining the links of blogs included in the Anel de Blogs Científicos (Ring of Science Blogs). Its effectiveness is based on the combination of clusters of link networks coming from the blogrolls restricted to the Anel de Blogs Científicos. Afterwards the 640 links included in the content of the posts were classified according to categories of functions and motivations obtained from previous studies and from categories that emerged from the phenomenon studied. Finally, understanding of motivations for the insertion of links on the composition of the blog posts and the functions that such links fulfill were inferred by Content Analysis of the contexts to which the links were inserted, considering the locations to which the reader is referred from its activation. Results indicate that the concept of personal journals, in which the messages have a limited number of characters and are presented in reverse chronological order, is only confirmed through this latter feature, as a result of the software used for composing the posts. The low incidence of links in relation to blogs of researchers allows us to state that there is low connectivity by blogs composed by different authors who form the sample relative to the Anel and the areas which they belong to, reinforced by the low availability of links between posts and comments. What reinforces this point is the absence of trackbak links among comments of the selected posts. The first hypothesis guiding the study was refuted, in that the posts do not indicate rearticulations through its links of dialogues among researchers, lay people and science journalists, not allowing rearrangements and higher amplitude of these dialogues with society. The second hypothesis was confirmed by relying on the fact that the links give evidence that the documents and related sources of information from those devices (links) are a hybrid of using and sharing of information – this information being limited to the sources and scientific documents as much as to sources and documents that are not traditionally characterized as part of the cycle of scientific production. The third hypothesis that guides this study was refuted because the data analyzed indicate that the use of links by Brazilian researchers is not based on functions and motivations that aim at streamlining production processes and communication of research results through blogs.application/pdfporBlog científicoComunicação científicaWebometriaAnálise de linksBlogsScience communicationLink analysisWebometricsTrilhas de comunicação científica : links de postagens de pesquisadores brasileiros nos blogs de ciênciaTrails of scientific communication: links of posts of Brazilian researchers in science blogs info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/doctoralThesisUniversidade Federal do Rio Grande do SulFaculdade de Biblioteconomia e ComunicaçãoPrograma de Pós-Graduação em Comunicação e InformaçãoPorto Alegre, BR-RS2011doutoradoinfo:eu-repo/semantics/openAccessreponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRGSinstname:Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)instacron:UFRGSTEXT000787718.pdf.txt000787718.pdf.txtExtracted Texttext/plain622301http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/10183/32525/2/000787718.pdf.txt909ed1872db662f685d935da06ab3c8bMD52ORIGINAL000787718.pdf000787718.pdfTexto completoapplication/pdf2315060http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/10183/32525/1/000787718.pdf8660c43da6ce322d18cc4f1d80780381MD51THUMBNAIL000787718.pdf.jpg000787718.pdf.jpgGenerated Thumbnailimage/jpeg1092http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/10183/32525/3/000787718.pdf.jpg212d3689f9b9a28692da5ca236cfb078MD5310183/325252018-10-10 07:55:29.498oai:www.lume.ufrgs.br:10183/32525Biblioteca Digital de Teses e Dissertaçõeshttps://lume.ufrgs.br/handle/10183/2PUBhttps://lume.ufrgs.br/oai/requestlume@ufrgs.br||lume@ufrgs.bropendoar:18532018-10-10T10:55:29Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)false
dc.title.pt_BR.fl_str_mv Trilhas de comunicação científica : links de postagens de pesquisadores brasileiros nos blogs de ciência
dc.title.alternative.en.fl_str_mv Trails of scientific communication: links of posts of Brazilian researchers in science blogs
title Trilhas de comunicação científica : links de postagens de pesquisadores brasileiros nos blogs de ciência
spellingShingle Trilhas de comunicação científica : links de postagens de pesquisadores brasileiros nos blogs de ciência
Sousa, Rodrigo Silva Caxias de
Blog científico
Comunicação científica
Webometria
Análise de links
Blogs
Science communication
Link analysis
Webometrics
title_short Trilhas de comunicação científica : links de postagens de pesquisadores brasileiros nos blogs de ciência
title_full Trilhas de comunicação científica : links de postagens de pesquisadores brasileiros nos blogs de ciência
title_fullStr Trilhas de comunicação científica : links de postagens de pesquisadores brasileiros nos blogs de ciência
title_full_unstemmed Trilhas de comunicação científica : links de postagens de pesquisadores brasileiros nos blogs de ciência
title_sort Trilhas de comunicação científica : links de postagens de pesquisadores brasileiros nos blogs de ciência
author Sousa, Rodrigo Silva Caxias de
author_facet Sousa, Rodrigo Silva Caxias de
author_role author
dc.contributor.author.fl_str_mv Sousa, Rodrigo Silva Caxias de
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Caregnato, Sonia Elisa
contributor_str_mv Caregnato, Sonia Elisa
dc.subject.por.fl_str_mv Blog científico
Comunicação científica
Webometria
Análise de links
topic Blog científico
Comunicação científica
Webometria
Análise de links
Blogs
Science communication
Link analysis
Webometrics
dc.subject.eng.fl_str_mv Blogs
Science communication
Link analysis
Webometrics
description O objetivo deste estudo consiste em interpretar o uso dos links nas postagens dos blogs de pesquisadores brasileiros. A investigação tem início através da análise dos links dos blogs inclusos no Anel de Blogs Científicos. Sua efetivação ocorre a partir da composição dos aglomerados das redes de links oriundas dos blogrolls, dos blogs de ciência circunscritos ao Anel de Blogs Científicos. Em momento posterior, foram categorizados os 640 links inclusos no conteúdo das postagens de acordo com as categorias de funções e motivações obtidas de estudos precedentes, e de categorias que emergiram do fenômeno estudado. Por fim, a compreensão das motivações para a inserção de links na composição das postagens dos blogs e as funções que esses links cumprem foi inferida através da Análise de Conteúdo dos contextos aos quais os links estavam inseridos, considerando os espaços aos quais o leitor é remetido a partir de sua ativação. Resultados indicam que o conceito de diários pessoais, em que as mensagens têm um número reduzido de caracteres e são apresentadas em ordem cronológica inversa, só se confirmam em relação a essa última característica, decorrente dos softwares de composição que assim a condicionam. A pouca incidência de links em relação aos blogs de pesquisadores permite afirmar que há uma baixa conectividade por parte dos blogs compostos por diferentes atores que compõem a amostra relativa ao Anel e às áreas as quais pertencem, reforçada pela baixa existência de links entre as postagens e os comentários. Reforça essa questão a ausência de links trackbaks entre os comentários das postagens selecionadas. A primeira das hipóteses que guia o estudo foi refutada, na medida em que as postagens não indicam rearticulações através de seus links de interlocuções entre pesquisadores, leigos e jornalistas científicos, não permitindo reordenações e maior amplitude dessas interlocuções junto à sociedade. A segunda das hipóteses foi confirmada por se basear no fato de que os links colocam em evidência que os documentos e fontes de informação relacionados a partir desses dispositivos (links) são um híbrido de uso e socialização de informações, estas tanto circunscritas às fontes e documentos científicos quanto a fontes e documentos que não se caracterizem tradicionalmente como parte do ciclo de produção científica. A terceira hipótese que guia este estudo foi refutada, pois os dados analisados indicam que o uso dos links por pesquisadores brasileiros não se baseia em funções e motivações que objetivam agilizar processos de produção e comunicação dos resultados de pesquisa através de blogs.
publishDate 2011
dc.date.accessioned.fl_str_mv 2011-10-05T01:17:43Z
dc.date.issued.fl_str_mv 2011
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
format doctoralThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://hdl.handle.net/10183/32525
dc.identifier.nrb.pt_BR.fl_str_mv 000787718
url http://hdl.handle.net/10183/32525
identifier_str_mv 000787718
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv application/pdf
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRGS
instname:Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
instacron:UFRGS
instname_str Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
instacron_str UFRGS
institution UFRGS
reponame_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRGS
collection Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRGS
bitstream.url.fl_str_mv http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/10183/32525/2/000787718.pdf.txt
http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/10183/32525/1/000787718.pdf
http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/10183/32525/3/000787718.pdf.jpg
bitstream.checksum.fl_str_mv 909ed1872db662f685d935da06ab3c8b
8660c43da6ce322d18cc4f1d80780381
212d3689f9b9a28692da5ca236cfb078
bitstream.checksumAlgorithm.fl_str_mv MD5
MD5
MD5
repository.name.fl_str_mv Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
repository.mail.fl_str_mv lume@ufrgs.br||lume@ufrgs.br
_version_ 1800309007999565824