Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (IBRI)/ Revista Brasileira de Política Internacional (RBPI): desenvolvimento e integração do Brasil nas américas (1954-1992)

Detalhes bibliográficos
Autor(a) principal: Tereza Maria Spyer Dulci
Data de Publicação: 2013
Tipo de documento: Tese
Idioma: por
Título da fonte: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
Texto Completo: https://doi.org/10.11606/T.8.2013.tde-13092013-115630
Resumo: Este trabalho tem por objetivo estudar o Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (IBRI), criado em 1954 e sua Revista Brasileira de Política Internacional (RBPI), fundada em 1958. O IBRI foi o primeiro instituto voltado exclusivamente ao campo das relações internacionais no Brasil e a RBPI configura-se como a mais antiga publicação especializada em política internacional em circulação no país. Procuramos tratar do contexto de criação do instituto e da revista, além do papel desempenhado pelos seus quatro diretores. A sobrevivência do IBRI/RBPI também foi objeto de nossa análise, assim como a materialidade do periódico. Buscamos, igualmente, tratar do processo de racionalização do Estado e da incorporação de intelectuais desenvolvimentistas ao aparelho governamental entre o Segundo Governo Vargas e o governo Kubitschek para compreender a origem da geração de intelectuais que fundou o IBRI/RBPI. O Instituto Brasileiro de Administração Municipal (IBAM) e o Instituto Superior de Estudos Brasileiros (ISEB) também foram apreciados neste trabalho, uma vez que parte dos fundadores e colaboradores do nosso objeto de estudo teve papel de destaque nestas instituições. Ademais, procuramos discorrer sobre as semelhanças entre as instituições e carreiras de outros dois atores que tiveram relevância no IBRI/RBPI, os diplomatas e os militares. Apresentamos, ainda, duas propostas de paradigmas de política externa para embasar a análise dos discursos sobre política externa brasileira presentes nas páginas da RBPI. Por último, estudamos os artigos da revista procurando destacar o tema central do periódico entre 1958-1992: o desenvolvimento. Este tema é o fio condutor de outros importantes assuntos vinculados à integração tratados na RBPI, quais sejam, as relações entre os países da região e os Estados Unidos, os projetos de integração latino-americana e a integração e segurança estratégica do Brasil.
id USP_66baca6b6de60cb3a74d8ca4e20499e7
oai_identifier_str oai:teses.usp.br:tde-13092013-115630
network_acronym_str USP
network_name_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository_id_str 2721
spelling info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/doctoralThesis Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (IBRI)/ Revista Brasileira de Política Internacional (RBPI): desenvolvimento e integração do Brasil nas américas (1954-1992) . Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (IBRI)/Revista Brasileira de Política Internacional (RBPI): development and integration of Brazil in the Americas (1954-1992) 2013-07-04Maria Ligia Coelho PradoCecília da Silva AzevedoJosé Luis Bendicho BeiredMaria Helena Rolim CapelatoMary Anne JunqueiraTereza Maria Spyer DulciUniversidade de São PauloHistória SocialUSPBR Americas Américas Brasil Brazil Desenvolvimento Development Foreign policy IBRI IBRI Integração Integration Política externa RBPI RBPI Este trabalho tem por objetivo estudar o Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (IBRI), criado em 1954 e sua Revista Brasileira de Política Internacional (RBPI), fundada em 1958. O IBRI foi o primeiro instituto voltado exclusivamente ao campo das relações internacionais no Brasil e a RBPI configura-se como a mais antiga publicação especializada em política internacional em circulação no país. Procuramos tratar do contexto de criação do instituto e da revista, além do papel desempenhado pelos seus quatro diretores. A sobrevivência do IBRI/RBPI também foi objeto de nossa análise, assim como a materialidade do periódico. Buscamos, igualmente, tratar do processo de racionalização do Estado e da incorporação de intelectuais desenvolvimentistas ao aparelho governamental entre o Segundo Governo Vargas e o governo Kubitschek para compreender a origem da geração de intelectuais que fundou o IBRI/RBPI. O Instituto Brasileiro de Administração Municipal (IBAM) e o Instituto Superior de Estudos Brasileiros (ISEB) também foram apreciados neste trabalho, uma vez que parte dos fundadores e colaboradores do nosso objeto de estudo teve papel de destaque nestas instituições. Ademais, procuramos discorrer sobre as semelhanças entre as instituições e carreiras de outros dois atores que tiveram relevância no IBRI/RBPI, os diplomatas e os militares. Apresentamos, ainda, duas propostas de paradigmas de política externa para embasar a análise dos discursos sobre política externa brasileira presentes nas páginas da RBPI. Por último, estudamos os artigos da revista procurando destacar o tema central do periódico entre 1958-1992: o desenvolvimento. Este tema é o fio condutor de outros importantes assuntos vinculados à integração tratados na RBPI, quais sejam, as relações entre os países da região e os Estados Unidos, os projetos de integração latino-americana e a integração e segurança estratégica do Brasil. This work takes as its objective the study of the Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (IBRI), created in 1954 and its Revista Brasileira de Política Internacional (RBPI), founded in 1958. The IBRI was the first institute oriented exclusively towards the field of international relations in Brazil and the RBPI the oldest publication specialised in international policy in circulation in the country. The context of the creation of the institute and the periodical, and the role played by their four directors is considered. The survival of the IBRI/RBPI was also subjected to analysis, as was the materiality of the periodical. There follows a consideration of the process of the rationalisation of the State and the incorporation of intellectual developmentalists into the governmental apparatus between the Second Vargas Government and the Kubitschek government in order to understand the generation of intellectuals who founded the IBRI/RBPI. The Instituto Brasileiro de Administração Municipal (IBAM) and the Instituto Superior de Estudos Brasileiros (ISEB) are also examined in this work, given that some of the founders and collaborators of the subject of this study played leading roles in these institutions. Furthermore, similarities are discussed between the institutions and careers of two other agents of relevance in the IBRI/RBPI, diplomats and the military. In addition, two proposals for paradigms in foreign policy are presented as a basis for the analysis of discourses on Brazilian foreign policy as presented in the pages of the RBPI. Lastly, articles from the periodical are analysed in an attempt to highlight the central theme of the publication from 1958-1992: development. This theme forms the thread common to other important topics linked to integration dealt with in the RBPI, namely, relations among countries in the region and the United States, the projects of Latin American integration, and the integration and strategic security of Brazil. https://doi.org/10.11606/T.8.2013.tde-13092013-115630info:eu-repo/semantics/openAccessporreponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USPinstname:Universidade de São Paulo (USP)instacron:USP2023-12-21T18:52:52Zoai:teses.usp.br:tde-13092013-115630Biblioteca Digital de Teses e Dissertaçõeshttp://www.teses.usp.br/PUBhttp://www.teses.usp.br/cgi-bin/mtd2br.plvirginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.bropendoar:27212023-12-22T12:36:43.737832Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)false
dc.title.pt.fl_str_mv Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (IBRI)/ Revista Brasileira de Política Internacional (RBPI): desenvolvimento e integração do Brasil nas américas (1954-1992)
dc.title.alternative.en.fl_str_mv . Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (IBRI)/Revista Brasileira de Política Internacional (RBPI): development and integration of Brazil in the Americas (1954-1992)
title Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (IBRI)/ Revista Brasileira de Política Internacional (RBPI): desenvolvimento e integração do Brasil nas américas (1954-1992)
spellingShingle Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (IBRI)/ Revista Brasileira de Política Internacional (RBPI): desenvolvimento e integração do Brasil nas américas (1954-1992)
Tereza Maria Spyer Dulci
title_short Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (IBRI)/ Revista Brasileira de Política Internacional (RBPI): desenvolvimento e integração do Brasil nas américas (1954-1992)
title_full Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (IBRI)/ Revista Brasileira de Política Internacional (RBPI): desenvolvimento e integração do Brasil nas américas (1954-1992)
title_fullStr Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (IBRI)/ Revista Brasileira de Política Internacional (RBPI): desenvolvimento e integração do Brasil nas américas (1954-1992)
title_full_unstemmed Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (IBRI)/ Revista Brasileira de Política Internacional (RBPI): desenvolvimento e integração do Brasil nas américas (1954-1992)
title_sort Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (IBRI)/ Revista Brasileira de Política Internacional (RBPI): desenvolvimento e integração do Brasil nas américas (1954-1992)
author Tereza Maria Spyer Dulci
author_facet Tereza Maria Spyer Dulci
author_role author
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Maria Ligia Coelho Prado
dc.contributor.referee1.fl_str_mv Cecília da Silva Azevedo
dc.contributor.referee2.fl_str_mv José Luis Bendicho Beired
dc.contributor.referee3.fl_str_mv Maria Helena Rolim Capelato
dc.contributor.referee4.fl_str_mv Mary Anne Junqueira
dc.contributor.author.fl_str_mv Tereza Maria Spyer Dulci
contributor_str_mv Maria Ligia Coelho Prado
Cecília da Silva Azevedo
José Luis Bendicho Beired
Maria Helena Rolim Capelato
Mary Anne Junqueira
description Este trabalho tem por objetivo estudar o Instituto Brasileiro de Relações Internacionais (IBRI), criado em 1954 e sua Revista Brasileira de Política Internacional (RBPI), fundada em 1958. O IBRI foi o primeiro instituto voltado exclusivamente ao campo das relações internacionais no Brasil e a RBPI configura-se como a mais antiga publicação especializada em política internacional em circulação no país. Procuramos tratar do contexto de criação do instituto e da revista, além do papel desempenhado pelos seus quatro diretores. A sobrevivência do IBRI/RBPI também foi objeto de nossa análise, assim como a materialidade do periódico. Buscamos, igualmente, tratar do processo de racionalização do Estado e da incorporação de intelectuais desenvolvimentistas ao aparelho governamental entre o Segundo Governo Vargas e o governo Kubitschek para compreender a origem da geração de intelectuais que fundou o IBRI/RBPI. O Instituto Brasileiro de Administração Municipal (IBAM) e o Instituto Superior de Estudos Brasileiros (ISEB) também foram apreciados neste trabalho, uma vez que parte dos fundadores e colaboradores do nosso objeto de estudo teve papel de destaque nestas instituições. Ademais, procuramos discorrer sobre as semelhanças entre as instituições e carreiras de outros dois atores que tiveram relevância no IBRI/RBPI, os diplomatas e os militares. Apresentamos, ainda, duas propostas de paradigmas de política externa para embasar a análise dos discursos sobre política externa brasileira presentes nas páginas da RBPI. Por último, estudamos os artigos da revista procurando destacar o tema central do periódico entre 1958-1992: o desenvolvimento. Este tema é o fio condutor de outros importantes assuntos vinculados à integração tratados na RBPI, quais sejam, as relações entre os países da região e os Estados Unidos, os projetos de integração latino-americana e a integração e segurança estratégica do Brasil.
publishDate 2013
dc.date.issued.fl_str_mv 2013-07-04
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
format doctoralThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://doi.org/10.11606/T.8.2013.tde-13092013-115630
url https://doi.org/10.11606/T.8.2013.tde-13092013-115630
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.publisher.program.fl_str_mv História Social
dc.publisher.initials.fl_str_mv USP
dc.publisher.country.fl_str_mv BR
publisher.none.fl_str_mv Universidade de São Paulo
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
instname:Universidade de São Paulo (USP)
instacron:USP
instname_str Universidade de São Paulo (USP)
instacron_str USP
institution USP
reponame_str Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
collection Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP
repository.name.fl_str_mv Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP - Universidade de São Paulo (USP)
repository.mail.fl_str_mv virginia@if.usp.br|| atendimento@aguia.usp.br||virginia@if.usp.br
_version_ 1794502711634296832