Uma configuração comunicativa do corpo: condutas e vertigens no filme H.O de Ivan Cardoso

Detalhes bibliográficos
Autor(a) principal: Veronica Teodora Pimenta
Data de Publicação: 2007
Tipo de documento: Dissertação
Idioma: por
Título da fonte: Repositório Institucional da UFMG
Texto Completo: http://hdl.handle.net/1843/FAFI-7THPEX
Resumo: A pergunta - como se configura a dimensão comunicativa do corpo num contexto em que a relação com o corpo do outro, e com o nosso próprio, está atravessada em grande parte pelas imagens? - nasceu com a constatação de que hoje as imagens se valem excessivamente dos corpos, ao mesmo tempo em que as estratégias espetaculares convidam-nos a esquecer que todo o corpo está engajado na experiência comunicativa. Na análise empírica, selecionamos imagens do filme H.O (Ivan Cardoso, 1979) que visivelmente se concentram nos corpos dos participadores dos Parangolés de Hélio Oiticica.Operacionalizamos a análise a partir de dois pontos básicos: a) a conduta filmada como performance o seu papel na organização da imagem; b) avaliação de elementos do filme que contribuem para protagonizar as presenças corporais. Para tal, levantamos características de produções culturais e cinematográficas das décadas de 1960 e 1970, além da noção de participação desenvolvida por Hélio Oiticica (1937-1980), especialmente através dos seus Parangolés.Nas imagens avaliadas, foi possível perceber que, quando os gestos se organizam poeticamente, fica em segundo plano a possibilidade de leitura pragmática da conduta. À medida que as imagens de H.O se concentram na performance corporal dos participadores dos Parangolés, tornam-se vertiginosas e se afastam das estratégias espetaculares. Ou seja, as condutas e os corpos tornam-se (re) inventados e deslocados.
id UFMG_7e8a6e1cd62c9100ffc874b106bc2a24
oai_identifier_str oai:repositorio.ufmg.br:1843/FAFI-7THPEX
network_acronym_str UFMG
network_name_str Repositório Institucional da UFMG
repository_id_str
spelling Bruno Souza LealCesar Geraldo GuimaraesVera Lucia de Carvalho Casa NovaVeronica Teodora Pimenta2019-08-13T22:00:13Z2019-08-13T22:00:13Z2007-08-30http://hdl.handle.net/1843/FAFI-7THPEXA pergunta - como se configura a dimensão comunicativa do corpo num contexto em que a relação com o corpo do outro, e com o nosso próprio, está atravessada em grande parte pelas imagens? - nasceu com a constatação de que hoje as imagens se valem excessivamente dos corpos, ao mesmo tempo em que as estratégias espetaculares convidam-nos a esquecer que todo o corpo está engajado na experiência comunicativa. Na análise empírica, selecionamos imagens do filme H.O (Ivan Cardoso, 1979) que visivelmente se concentram nos corpos dos participadores dos Parangolés de Hélio Oiticica.Operacionalizamos a análise a partir de dois pontos básicos: a) a conduta filmada como performance o seu papel na organização da imagem; b) avaliação de elementos do filme que contribuem para protagonizar as presenças corporais. Para tal, levantamos características de produções culturais e cinematográficas das décadas de 1960 e 1970, além da noção de participação desenvolvida por Hélio Oiticica (1937-1980), especialmente através dos seus Parangolés.Nas imagens avaliadas, foi possível perceber que, quando os gestos se organizam poeticamente, fica em segundo plano a possibilidade de leitura pragmática da conduta. À medida que as imagens de H.O se concentram na performance corporal dos participadores dos Parangolés, tornam-se vertiginosas e se afastam das estratégias espetaculares. Ou seja, as condutas e os corpos tornam-se (re) inventados e deslocados.Universidade Federal de Minas GeraisUFMGOiticica, Hélio, 1937-1980 ParangolésComunicaçãoComunicação de massaH O (Filme)Cardoso, IvanCinemaCorpoEstratégias espetacularesParangolésHélio OiticicaCondutasVertigensUma configuração comunicativa do corpo: condutas e vertigens no filme H.O de Ivan Cardosoinfo:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesisinfo:eu-repo/semantics/openAccessporreponame:Repositório Institucional da UFMGinstname:Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)instacron:UFMGORIGINALuma_configura__o_comunicativa_do_corpo.pdfapplication/pdf534840https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/FAFI-7THPEX/1/uma_configura__o_comunicativa_do_corpo.pdf4373ddc977f3b83267f9acbff4e89718MD51TEXTuma_configura__o_comunicativa_do_corpo.pdf.txtuma_configura__o_comunicativa_do_corpo.pdf.txtExtracted texttext/plain287546https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/FAFI-7THPEX/2/uma_configura__o_comunicativa_do_corpo.pdf.txt0df07021ad9a083040552f4f2715190eMD521843/FAFI-7THPEX2019-11-14 03:49:23.526oai:repositorio.ufmg.br:1843/FAFI-7THPEXRepositório de PublicaçõesPUBhttps://repositorio.ufmg.br/oaiopendoar:2019-11-14T06:49:23Repositório Institucional da UFMG - Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)false
dc.title.pt_BR.fl_str_mv Uma configuração comunicativa do corpo: condutas e vertigens no filme H.O de Ivan Cardoso
title Uma configuração comunicativa do corpo: condutas e vertigens no filme H.O de Ivan Cardoso
spellingShingle Uma configuração comunicativa do corpo: condutas e vertigens no filme H.O de Ivan Cardoso
Veronica Teodora Pimenta
Corpo
Estratégias espetaculares
Parangolés
Hélio Oiticica
Condutas
Vertigens
Oiticica, Hélio, 1937-1980 Parangolés
Comunicação
Comunicação de massa
H O (Filme)
Cardoso, Ivan
Cinema
title_short Uma configuração comunicativa do corpo: condutas e vertigens no filme H.O de Ivan Cardoso
title_full Uma configuração comunicativa do corpo: condutas e vertigens no filme H.O de Ivan Cardoso
title_fullStr Uma configuração comunicativa do corpo: condutas e vertigens no filme H.O de Ivan Cardoso
title_full_unstemmed Uma configuração comunicativa do corpo: condutas e vertigens no filme H.O de Ivan Cardoso
title_sort Uma configuração comunicativa do corpo: condutas e vertigens no filme H.O de Ivan Cardoso
author Veronica Teodora Pimenta
author_facet Veronica Teodora Pimenta
author_role author
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Bruno Souza Leal
dc.contributor.referee1.fl_str_mv Cesar Geraldo Guimaraes
dc.contributor.referee2.fl_str_mv Vera Lucia de Carvalho Casa Nova
dc.contributor.author.fl_str_mv Veronica Teodora Pimenta
contributor_str_mv Bruno Souza Leal
Cesar Geraldo Guimaraes
Vera Lucia de Carvalho Casa Nova
dc.subject.por.fl_str_mv Corpo
Estratégias espetaculares
Parangolés
Hélio Oiticica
Condutas
Vertigens
topic Corpo
Estratégias espetaculares
Parangolés
Hélio Oiticica
Condutas
Vertigens
Oiticica, Hélio, 1937-1980 Parangolés
Comunicação
Comunicação de massa
H O (Filme)
Cardoso, Ivan
Cinema
dc.subject.other.pt_BR.fl_str_mv Oiticica, Hélio, 1937-1980 Parangolés
Comunicação
Comunicação de massa
H O (Filme)
Cardoso, Ivan
Cinema
description A pergunta - como se configura a dimensão comunicativa do corpo num contexto em que a relação com o corpo do outro, e com o nosso próprio, está atravessada em grande parte pelas imagens? - nasceu com a constatação de que hoje as imagens se valem excessivamente dos corpos, ao mesmo tempo em que as estratégias espetaculares convidam-nos a esquecer que todo o corpo está engajado na experiência comunicativa. Na análise empírica, selecionamos imagens do filme H.O (Ivan Cardoso, 1979) que visivelmente se concentram nos corpos dos participadores dos Parangolés de Hélio Oiticica.Operacionalizamos a análise a partir de dois pontos básicos: a) a conduta filmada como performance o seu papel na organização da imagem; b) avaliação de elementos do filme que contribuem para protagonizar as presenças corporais. Para tal, levantamos características de produções culturais e cinematográficas das décadas de 1960 e 1970, além da noção de participação desenvolvida por Hélio Oiticica (1937-1980), especialmente através dos seus Parangolés.Nas imagens avaliadas, foi possível perceber que, quando os gestos se organizam poeticamente, fica em segundo plano a possibilidade de leitura pragmática da conduta. À medida que as imagens de H.O se concentram na performance corporal dos participadores dos Parangolés, tornam-se vertiginosas e se afastam das estratégias espetaculares. Ou seja, as condutas e os corpos tornam-se (re) inventados e deslocados.
publishDate 2007
dc.date.issued.fl_str_mv 2007-08-30
dc.date.accessioned.fl_str_mv 2019-08-13T22:00:13Z
dc.date.available.fl_str_mv 2019-08-13T22:00:13Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://hdl.handle.net/1843/FAFI-7THPEX
url http://hdl.handle.net/1843/FAFI-7THPEX
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade Federal de Minas Gerais
dc.publisher.initials.fl_str_mv UFMG
publisher.none.fl_str_mv Universidade Federal de Minas Gerais
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Repositório Institucional da UFMG
instname:Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
instacron:UFMG
instname_str Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
instacron_str UFMG
institution UFMG
reponame_str Repositório Institucional da UFMG
collection Repositório Institucional da UFMG
bitstream.url.fl_str_mv https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/FAFI-7THPEX/1/uma_configura__o_comunicativa_do_corpo.pdf
https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/FAFI-7THPEX/2/uma_configura__o_comunicativa_do_corpo.pdf.txt
bitstream.checksum.fl_str_mv 4373ddc977f3b83267f9acbff4e89718
0df07021ad9a083040552f4f2715190e
bitstream.checksumAlgorithm.fl_str_mv MD5
MD5
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UFMG - Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1797971194064928768