Acordos internacionais relacionados à propriedade intelectual

Detalhes bibliográficos
Autor(a) principal: Bruch, Kelly Lissandra
Data de Publicação: 2019
Outros Autores: Areas, Patrícia de Oliveira, Vieira, Adriana Carvalho Pinto
Tipo de documento: Capítulo de livro
Idioma: por
Título da fonte: Repositório Institucional da UFRGS
Texto Completo: http://hdl.handle.net/10183/193335
Resumo: O objetivo do presente capítulo é analisar a origem e a história dos acordos internacionais; analisar os acordos internacionais atualmente vigentes, especialmente aqueles nos quais o Brasil é signatário e aqueles que tenham maior relevância internacional e compreender como se deu a internalização dos referidos acordos internacionais no ordenamento jurídico brasileiro. Para tanto, o presente artigo foi organizando em três partes com o propósito de abranger os principais aspectos relacionados à propriedade intelectual. Nesse sentido, o texto começa abordando a história dos acordos internacionais, dos acordos internacionais vigentes e sua internalização no Brasil referente aos bens intelectuais que têm como elemento diferenciador a originalidade: direitos autorais e conexos, conhecimentos tradicionais e programas de computador. Em seguida, serão abordados sob o mesmo enfoque os bens intelectuais que têm como elemento diferenciador a novidade: patentes de invenção e modelo de utilidade, desenho industrial proteção de cultivares e topografia de circuitos integrados. Por fim, na sequência, serão abordados os bens intelectuais que têm como elemento diferenciador a distinguibilidade: as indicações geográficas e as marcas. É possível verificar ao longo deste trabalho o grande número e a amplitude de acordos internacionais que têm como foco os direitos de propriedade intelectual. Contudo, deu-se especial destaque para três: A Convenção da União de Paris para a Proteção da Propriedade Industrial; a Convenção da União de Berna para a Proteção de Obras Artísticas e Literárias e, notadamente; o Acordo sobre Aspetos Relacionados à Propriedade Intelectual e ao Comércio, o qual efetivamente trouxe o debate da propriedade intelectual para os holofotes internacionais.
id UFRGS-2_5b4b3b2232880572c9598e80827a9fce
oai_identifier_str oai:www.lume.ufrgs.br:10183/193335
network_acronym_str UFRGS-2
network_name_str Repositório Institucional da UFRGS
repository_id_str
spelling Bruch, Kelly LissandraAreas, Patrícia de OliveiraVieira, Adriana Carvalho Pinto2019-04-24T02:34:11Z2019http://hdl.handle.net/10183/193335001091562O objetivo do presente capítulo é analisar a origem e a história dos acordos internacionais; analisar os acordos internacionais atualmente vigentes, especialmente aqueles nos quais o Brasil é signatário e aqueles que tenham maior relevância internacional e compreender como se deu a internalização dos referidos acordos internacionais no ordenamento jurídico brasileiro. Para tanto, o presente artigo foi organizando em três partes com o propósito de abranger os principais aspectos relacionados à propriedade intelectual. Nesse sentido, o texto começa abordando a história dos acordos internacionais, dos acordos internacionais vigentes e sua internalização no Brasil referente aos bens intelectuais que têm como elemento diferenciador a originalidade: direitos autorais e conexos, conhecimentos tradicionais e programas de computador. Em seguida, serão abordados sob o mesmo enfoque os bens intelectuais que têm como elemento diferenciador a novidade: patentes de invenção e modelo de utilidade, desenho industrial proteção de cultivares e topografia de circuitos integrados. Por fim, na sequência, serão abordados os bens intelectuais que têm como elemento diferenciador a distinguibilidade: as indicações geográficas e as marcas. É possível verificar ao longo deste trabalho o grande número e a amplitude de acordos internacionais que têm como foco os direitos de propriedade intelectual. Contudo, deu-se especial destaque para três: A Convenção da União de Paris para a Proteção da Propriedade Industrial; a Convenção da União de Berna para a Proteção de Obras Artísticas e Literárias e, notadamente; o Acordo sobre Aspetos Relacionados à Propriedade Intelectual e ao Comércio, o qual efetivamente trouxe o debate da propriedade intelectual para os holofotes internacionais.The purpose of this chapter is to analyze the origin and history of international agreements related to intellectual property; to analyze the international agreements currently in force, especially those in which Brazil is a signatory and those that have greater international relevance, as well as to understand how the international agreements were internalized in the Brazilian legal system. To this end, this article has been organized in three parts to cover the main aspects related to intellectual property. In this sense, the first deals with the history of international agreements, current international agreements and their internalization in Brazil concerning intellectual property, which has as its distinguishing feature originality: copyright and related rights, traditional knowledge and computer programs. In the second, intellectual property was approached under the same way as novelty: patents of invention and utility model, industrial design, plant variety protection and topography of integrated circuits. Lastly, in the third one, the intellectual property was distinguished under the same approach, which distinguishes elements: geographical indications and trademarks. Throughout this work one can verify the large number and range of international agreements that focus on intellectual property rights. However, particular attention was paid to three: The Paris Union Convention for the Protection of Industrial Property, the Berne Union Convention for the Protection of Artistic and Literary Works and, in particular, the Agreement on Intellectual Property and Trade Related Aspects, which effectively brought the intellectual property debate to the international spotlight.application/pdfporSantos, Wagna Piler Carvalho dos (org.). Conceitos e aplicações de propriedade intelectual. Salvador: IFBA, 2019. p. 59-208Propriedade intelectualAcordo internacionalDireito autoralAcordos internacionais relacionados à propriedade intelectualinfo:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/bookPartinfo:eu-repo/semantics/openAccessreponame:Repositório Institucional da UFRGSinstname:Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)instacron:UFRGSTEXT001091562.pdf.txt001091562.pdf.txtExtracted Texttext/plain295333http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/10183/193335/2/001091562.pdf.txt2d05ce5e469294bedea795980fc63ffbMD52ORIGINAL001091562.pdfCapítuloapplication/pdf1635656http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/10183/193335/1/001091562.pdf4d2423bfa0ed7a3f37c996bb3eb9323dMD5110183/1933352023-01-05 05:55:49.543017oai:www.lume.ufrgs.br:10183/193335Repositório de PublicaçõesPUBhttps://lume.ufrgs.br/oai/requestopendoar:2023-01-05T07:55:49Repositório Institucional da UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)false
dc.title.pt_BR.fl_str_mv Acordos internacionais relacionados à propriedade intelectual
title Acordos internacionais relacionados à propriedade intelectual
spellingShingle Acordos internacionais relacionados à propriedade intelectual
Bruch, Kelly Lissandra
Propriedade intelectual
Acordo internacional
Direito autoral
title_short Acordos internacionais relacionados à propriedade intelectual
title_full Acordos internacionais relacionados à propriedade intelectual
title_fullStr Acordos internacionais relacionados à propriedade intelectual
title_full_unstemmed Acordos internacionais relacionados à propriedade intelectual
title_sort Acordos internacionais relacionados à propriedade intelectual
author Bruch, Kelly Lissandra
author_facet Bruch, Kelly Lissandra
Areas, Patrícia de Oliveira
Vieira, Adriana Carvalho Pinto
author_role author
author2 Areas, Patrícia de Oliveira
Vieira, Adriana Carvalho Pinto
author2_role author
author
dc.contributor.author.fl_str_mv Bruch, Kelly Lissandra
Areas, Patrícia de Oliveira
Vieira, Adriana Carvalho Pinto
dc.subject.por.fl_str_mv Propriedade intelectual
Acordo internacional
Direito autoral
topic Propriedade intelectual
Acordo internacional
Direito autoral
description O objetivo do presente capítulo é analisar a origem e a história dos acordos internacionais; analisar os acordos internacionais atualmente vigentes, especialmente aqueles nos quais o Brasil é signatário e aqueles que tenham maior relevância internacional e compreender como se deu a internalização dos referidos acordos internacionais no ordenamento jurídico brasileiro. Para tanto, o presente artigo foi organizando em três partes com o propósito de abranger os principais aspectos relacionados à propriedade intelectual. Nesse sentido, o texto começa abordando a história dos acordos internacionais, dos acordos internacionais vigentes e sua internalização no Brasil referente aos bens intelectuais que têm como elemento diferenciador a originalidade: direitos autorais e conexos, conhecimentos tradicionais e programas de computador. Em seguida, serão abordados sob o mesmo enfoque os bens intelectuais que têm como elemento diferenciador a novidade: patentes de invenção e modelo de utilidade, desenho industrial proteção de cultivares e topografia de circuitos integrados. Por fim, na sequência, serão abordados os bens intelectuais que têm como elemento diferenciador a distinguibilidade: as indicações geográficas e as marcas. É possível verificar ao longo deste trabalho o grande número e a amplitude de acordos internacionais que têm como foco os direitos de propriedade intelectual. Contudo, deu-se especial destaque para três: A Convenção da União de Paris para a Proteção da Propriedade Industrial; a Convenção da União de Berna para a Proteção de Obras Artísticas e Literárias e, notadamente; o Acordo sobre Aspetos Relacionados à Propriedade Intelectual e ao Comércio, o qual efetivamente trouxe o debate da propriedade intelectual para os holofotes internacionais.
publishDate 2019
dc.date.accessioned.fl_str_mv 2019-04-24T02:34:11Z
dc.date.issued.fl_str_mv 2019
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/bookPart
format bookPart
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://hdl.handle.net/10183/193335
dc.identifier.nrb.pt_BR.fl_str_mv 001091562
url http://hdl.handle.net/10183/193335
identifier_str_mv 001091562
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.relation.ispartof.pt_BR.fl_str_mv Santos, Wagna Piler Carvalho dos (org.). Conceitos e aplicações de propriedade intelectual. Salvador: IFBA, 2019. p. 59-208
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv application/pdf
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Repositório Institucional da UFRGS
instname:Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
instacron:UFRGS
instname_str Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
instacron_str UFRGS
institution UFRGS
reponame_str Repositório Institucional da UFRGS
collection Repositório Institucional da UFRGS
bitstream.url.fl_str_mv http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/10183/193335/2/001091562.pdf.txt
http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/10183/193335/1/001091562.pdf
bitstream.checksum.fl_str_mv 2d05ce5e469294bedea795980fc63ffb
4d2423bfa0ed7a3f37c996bb3eb9323d
bitstream.checksumAlgorithm.fl_str_mv MD5
MD5
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1801224964413587456