Uma Antropologia De Incertezas Entre A Biomedicina E A Eficácia Das Práticas De Yoga E Meditação No Sus

Detalhes bibliográficos
Autor(a) principal: Negreiros, Miriam Vidal De [UNIFESP]
Data de Publicação: 2018
Tipo de documento: Dissertação
Idioma: por
Título da fonte: Repositório Institucional da UNIFESP
Texto Completo: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=6442553
https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/52106
Resumo: A pesquisa investiga como as práticas integrativas e complementares (PICS), especificamente yoga e meditação, estão sendo incorporadas nos Serviços de Saúde, num cenário de ambiguidades, tensões e processos de legitimação dessas práticas. A análise baseia-se nas narrativas de profissionais de saúde e de pacientes envolvidas nos grupos das práticas integrativas e complementares de yoga e de meditação em uma Unidade Básica de Saúde na cidade de São Paulo. O trabalho busca entender como essas práticas foram instituídas no âmbito desta UBS e investigar tanto o ponto de vista de profissionais de saúde sobre essas práticas no Sistema Oficial de Saúde quanto aquele dos pacientes sobre os efeitos desse tratamento. Se, no desenho das políticas instituídas pelo SUS, essas práticas são complementares, como elas são entendidas pelos pacientes e profissionais em suas práticas? A partir desse entendimento, busca-se investigar a eficácia dessas práticas, atentando para as narrativas dos pacientes e profissionais, especialmente no que diz respeito à sua adesão em concomitância ao uso do tratamento alopático, ocasionando a redução de medicamentos ou amenizando seus efeitos colaterais; ou, ainda, suspendendo os medicamentos e utilizando as práticas de yoga e de meditação como recurso prioritário para ansiedade e depressão leve. Utiliza-se como eixo central do trabalho o conceito de técnica corporal de Marcel Mauss, para descrever esta prática como uma forma de uso do corpo, inscrita em uma cultura e transmitida à coletividade como conhecimento e prática adquiridos. Cabe ainda destacar a noção de saberes práticos eficazes, pois essas práticas se abrem para o holismo, a integralidade, promovem o dinamismo e trazem novas perspectivas para a Unidade Básica de Saúde como um novo modo de olhar a saúde pública.
id UFSP_7daade8fb1816b6d893c92253ae52f94
oai_identifier_str oai:repositorio.unifesp.br:11600/52106
network_acronym_str UFSP
network_name_str Repositório Institucional da UNIFESP
repository_id_str 3465
spelling Negreiros, Miriam Vidal De [UNIFESP]Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)Sarti, Cynthia Andersen [UNIFESP]2020-03-25T11:43:18Z2020-03-25T11:43:18Z2018-05-14https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=6442553https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/521062018-0019.pdfA pesquisa investiga como as práticas integrativas e complementares (PICS), especificamente yoga e meditação, estão sendo incorporadas nos Serviços de Saúde, num cenário de ambiguidades, tensões e processos de legitimação dessas práticas. A análise baseia-se nas narrativas de profissionais de saúde e de pacientes envolvidas nos grupos das práticas integrativas e complementares de yoga e de meditação em uma Unidade Básica de Saúde na cidade de São Paulo. O trabalho busca entender como essas práticas foram instituídas no âmbito desta UBS e investigar tanto o ponto de vista de profissionais de saúde sobre essas práticas no Sistema Oficial de Saúde quanto aquele dos pacientes sobre os efeitos desse tratamento. Se, no desenho das políticas instituídas pelo SUS, essas práticas são complementares, como elas são entendidas pelos pacientes e profissionais em suas práticas? A partir desse entendimento, busca-se investigar a eficácia dessas práticas, atentando para as narrativas dos pacientes e profissionais, especialmente no que diz respeito à sua adesão em concomitância ao uso do tratamento alopático, ocasionando a redução de medicamentos ou amenizando seus efeitos colaterais; ou, ainda, suspendendo os medicamentos e utilizando as práticas de yoga e de meditação como recurso prioritário para ansiedade e depressão leve. Utiliza-se como eixo central do trabalho o conceito de técnica corporal de Marcel Mauss, para descrever esta prática como uma forma de uso do corpo, inscrita em uma cultura e transmitida à coletividade como conhecimento e prática adquiridos. Cabe ainda destacar a noção de saberes práticos eficazes, pois essas práticas se abrem para o holismo, a integralidade, promovem o dinamismo e trazem novas perspectivas para a Unidade Básica de Saúde como um novo modo de olhar a saúde pública.The research investigates how integrative and complementary practices (PICS) specifically yoga and meditation, are being incorporated into the Health Services, in a scenario of ambiguities, tensions and processes of legitimacy of these practices. The analysis is based on the narratives of health professionals and patients involved in the integrative and complementary practices of yoga and meditation groups at a Basic Health Unit in the city of São Paulo. This work aims to understand how these practices were instituted within the scope of this UBS and to investigate both the health professionals' point of view about these practices in the Official Health System and that of the patients about the effects of this treatment. If, in the design of established policies by SUS, these practices are complementary, how are they understood by patients and professionals in their practices? Based on this understanding, it is sought to investigate the efficacy of these practices, taking into account the patients 'and professionals' narratives, especially regarding the adherence of practices, in concomitance with the use of allopathic treatment, causing medication reduction, or alleviating the side effects of allopathic treatments, or not prescribing medications in the first instance, being in charge of yoga and meditation practices as a priority resource for anxiety and mild depression. Marcel Mauss's concept of body technique is used as the central axis of the work, to describe this practice as a way of using the body, inscribed in a culture and transmitted to the community as acquired knowledge and practice. It is also important to show the notion of effective practical knowledge because these practices open to holism, wholeness, promote dynamism and bring new perspectives to the Basic Health Unit as a new way of looking at public health.Dados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2018)210 p.porUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)YogaMeditaçãoPráticas De SaúdeCorpoPráticas Integrativas E Complementares (Pics)YogaMeditationHealth PracticesBodyIntegrative And Complementary Practices (Pics)Uma Antropologia De Incertezas Entre A Biomedicina E A Eficácia Das Práticas De Yoga E Meditação No Susinfo:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/masterThesisMestradoinfo:eu-repo/semantics/openAccessreponame:Repositório Institucional da UNIFESPinstname:Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)instacron:UNIFESPGuarulhos, Escola de Filosofia, Letras e Ciências HumanasCiências SociaisCiências HumanasCorpo, Sexualidade, Práticas SimbólicasORIGINAL2018-0019.pdfapplication/pdf4218146${dspace.ui.url}/bitstream/11600/52106/1/2018-0019.pdfe6eb327af6da31edff2b5d1830faeef1MD51open accessTEXT2018-0019.pdf.txt2018-0019.pdf.txtExtracted texttext/plain481940${dspace.ui.url}/bitstream/11600/52106/5/2018-0019.pdf.txt7e65bc2812413cc823e278a02991d9d4MD55open accessTHUMBNAIL2018-0019.pdf.jpg2018-0019.pdf.jpgIM Thumbnailimage/jpeg3619${dspace.ui.url}/bitstream/11600/52106/7/2018-0019.pdf.jpgd073d74b6e6ab446d0024c0ed1c6d312MD57open access11600/521062023-05-15 10:24:02.091open accessoai:repositorio.unifesp.br:11600/52106Repositório InstitucionalPUBhttp://www.repositorio.unifesp.br/oai/requestopendoar:34652023-05-15T13:24:02Repositório Institucional da UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)false
dc.title.pt.fl_str_mv Uma Antropologia De Incertezas Entre A Biomedicina E A Eficácia Das Práticas De Yoga E Meditação No Sus
title Uma Antropologia De Incertezas Entre A Biomedicina E A Eficácia Das Práticas De Yoga E Meditação No Sus
spellingShingle Uma Antropologia De Incertezas Entre A Biomedicina E A Eficácia Das Práticas De Yoga E Meditação No Sus
Negreiros, Miriam Vidal De [UNIFESP]
Yoga
Meditação
Práticas De Saúde
Corpo
Práticas Integrativas E Complementares (Pics)
Yoga
Meditation
Health Practices
Body
Integrative And Complementary Practices (Pics)
title_short Uma Antropologia De Incertezas Entre A Biomedicina E A Eficácia Das Práticas De Yoga E Meditação No Sus
title_full Uma Antropologia De Incertezas Entre A Biomedicina E A Eficácia Das Práticas De Yoga E Meditação No Sus
title_fullStr Uma Antropologia De Incertezas Entre A Biomedicina E A Eficácia Das Práticas De Yoga E Meditação No Sus
title_full_unstemmed Uma Antropologia De Incertezas Entre A Biomedicina E A Eficácia Das Práticas De Yoga E Meditação No Sus
title_sort Uma Antropologia De Incertezas Entre A Biomedicina E A Eficácia Das Práticas De Yoga E Meditação No Sus
author Negreiros, Miriam Vidal De [UNIFESP]
author_facet Negreiros, Miriam Vidal De [UNIFESP]
author_role author
dc.contributor.institution.pt.fl_str_mv Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.contributor.author.fl_str_mv Negreiros, Miriam Vidal De [UNIFESP]
dc.contributor.advisor1.fl_str_mv Sarti, Cynthia Andersen [UNIFESP]
contributor_str_mv Sarti, Cynthia Andersen [UNIFESP]
dc.subject.por.fl_str_mv Yoga
Meditação
Práticas De Saúde
Corpo
Práticas Integrativas E Complementares (Pics)
topic Yoga
Meditação
Práticas De Saúde
Corpo
Práticas Integrativas E Complementares (Pics)
Yoga
Meditation
Health Practices
Body
Integrative And Complementary Practices (Pics)
dc.subject.eng.fl_str_mv Yoga
Meditation
Health Practices
Body
Integrative And Complementary Practices (Pics)
description A pesquisa investiga como as práticas integrativas e complementares (PICS), especificamente yoga e meditação, estão sendo incorporadas nos Serviços de Saúde, num cenário de ambiguidades, tensões e processos de legitimação dessas práticas. A análise baseia-se nas narrativas de profissionais de saúde e de pacientes envolvidas nos grupos das práticas integrativas e complementares de yoga e de meditação em uma Unidade Básica de Saúde na cidade de São Paulo. O trabalho busca entender como essas práticas foram instituídas no âmbito desta UBS e investigar tanto o ponto de vista de profissionais de saúde sobre essas práticas no Sistema Oficial de Saúde quanto aquele dos pacientes sobre os efeitos desse tratamento. Se, no desenho das políticas instituídas pelo SUS, essas práticas são complementares, como elas são entendidas pelos pacientes e profissionais em suas práticas? A partir desse entendimento, busca-se investigar a eficácia dessas práticas, atentando para as narrativas dos pacientes e profissionais, especialmente no que diz respeito à sua adesão em concomitância ao uso do tratamento alopático, ocasionando a redução de medicamentos ou amenizando seus efeitos colaterais; ou, ainda, suspendendo os medicamentos e utilizando as práticas de yoga e de meditação como recurso prioritário para ansiedade e depressão leve. Utiliza-se como eixo central do trabalho o conceito de técnica corporal de Marcel Mauss, para descrever esta prática como uma forma de uso do corpo, inscrita em uma cultura e transmitida à coletividade como conhecimento e prática adquiridos. Cabe ainda destacar a noção de saberes práticos eficazes, pois essas práticas se abrem para o holismo, a integralidade, promovem o dinamismo e trazem novas perspectivas para a Unidade Básica de Saúde como um novo modo de olhar a saúde pública.
publishDate 2018
dc.date.issued.fl_str_mv 2018-05-14
dc.date.accessioned.fl_str_mv 2020-03-25T11:43:18Z
dc.date.available.fl_str_mv 2020-03-25T11:43:18Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/masterThesis
format masterThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.pt.fl_str_mv https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=6442553
dc.identifier.uri.fl_str_mv https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/52106
dc.identifier.file.none.fl_str_mv 2018-0019.pdf
url https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=6442553
https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/52106
identifier_str_mv 2018-0019.pdf
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv 210 p.
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
publisher.none.fl_str_mv Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.source.none.fl_str_mv reponame:Repositório Institucional da UNIFESP
instname:Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
instacron:UNIFESP
instname_str Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
instacron_str UNIFESP
institution UNIFESP
reponame_str Repositório Institucional da UNIFESP
collection Repositório Institucional da UNIFESP
bitstream.url.fl_str_mv ${dspace.ui.url}/bitstream/11600/52106/1/2018-0019.pdf
${dspace.ui.url}/bitstream/11600/52106/5/2018-0019.pdf.txt
${dspace.ui.url}/bitstream/11600/52106/7/2018-0019.pdf.jpg
bitstream.checksum.fl_str_mv e6eb327af6da31edff2b5d1830faeef1
7e65bc2812413cc823e278a02991d9d4
d073d74b6e6ab446d0024c0ed1c6d312
bitstream.checksumAlgorithm.fl_str_mv MD5
MD5
MD5
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1802764201997893632