Qualidade pós-colheita de pêssegos de cultivares e seleções produzidos na microrregião de Jaboticabal-SP

Detalhes bibliográficos
Autor(a) principal: Mayer, Newton Alex
Data de Publicação: 2008
Outros Autores: Mattiuz, Ben-Hur [UNESP], Pereira, Fernando Mendes [UNESP]
Tipo de documento: Artigo
Idioma: por
Título da fonte: Repositório Institucional da UNESP
Texto Completo: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452008000300009
http://hdl.handle.net/11449/3597
Resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade pós-colheita de pêssegos das cultivares 'Aurora-1' e 'Régis' e das seleções 'Jab 484' e 'Jab 694', produzidos na microrregião de Jaboticabal-SP. As plantas foram enxertadas no porta-enxerto 'Okinawa', propagado por sementes, mantidas em condições de campo em Argissolo Vermelho-Amarelo eutrófico de textura arenosa média e conduzidas no espaçamento 6 x 4m. No segundo e terceiro anos após o transplantio das mudas (2005 e 2006), procedeu-se à colheita dos frutos no estádio maduro, conforme a época de maturação e a coloração de cada genótipo. No laboratório, foram realizadas análises de coloração (luminosidade, ângulo de cor e cromaticidade) do epicarpo e mesocarpo, firmeza, teor de sólidos solúveis e acidez titulável, além do índice de maturação. Adotou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro tratamentos e seis repetições de quatro frutos. Nas condições experimentais adotadas, conclui-se que os frutos da cultivar Aurora-1 apresentam epicarpo avermelhado (menor ângulo de cor), menor acidez e maior índice de maturação (gosto); dentre os genótipos de dupla finalidade, as seleções 'Jab 484' e 'Jab 694' apresentam frutos com maiores teores de sólidos solúveis e acidez titulável, conferindo-lhes melhor característica para a industrialização.
id UNSP_1151eb1d2d36767a416fc1b057b7a067
oai_identifier_str oai:repositorio.unesp.br:11449/3597
network_acronym_str UNSP
network_name_str Repositório Institucional da UNESP
repository_id_str 2946
spelling Qualidade pós-colheita de pêssegos de cultivares e seleções produzidos na microrregião de Jaboticabal-SPPostharvest peach quality of cultivars and selections produced in Jaboticabal micro-region, São Paulo state, BrazilPrunus persicadouble purposefresh fruitColorChemical compositionPrunus persicadupla finalidadein naturacoloraçãoComposição químicaO objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade pós-colheita de pêssegos das cultivares 'Aurora-1' e 'Régis' e das seleções 'Jab 484' e 'Jab 694', produzidos na microrregião de Jaboticabal-SP. As plantas foram enxertadas no porta-enxerto 'Okinawa', propagado por sementes, mantidas em condições de campo em Argissolo Vermelho-Amarelo eutrófico de textura arenosa média e conduzidas no espaçamento 6 x 4m. No segundo e terceiro anos após o transplantio das mudas (2005 e 2006), procedeu-se à colheita dos frutos no estádio maduro, conforme a época de maturação e a coloração de cada genótipo. No laboratório, foram realizadas análises de coloração (luminosidade, ângulo de cor e cromaticidade) do epicarpo e mesocarpo, firmeza, teor de sólidos solúveis e acidez titulável, além do índice de maturação. Adotou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro tratamentos e seis repetições de quatro frutos. Nas condições experimentais adotadas, conclui-se que os frutos da cultivar Aurora-1 apresentam epicarpo avermelhado (menor ângulo de cor), menor acidez e maior índice de maturação (gosto); dentre os genótipos de dupla finalidade, as seleções 'Jab 484' e 'Jab 694' apresentam frutos com maiores teores de sólidos solúveis e acidez titulável, conferindo-lhes melhor característica para a industrialização.The objective of this research was to evaluate the postharvest peach quality of 'Aurora-1' and 'Regis' cultivars and 'Jab 484' and 'Jab 694' peach selections, produced in the Jaboticabal micro-region, São Paulo State, Brazil. Plants had been budded on 'Okinawa' seedlings, cultivated in Hapludalfs soil with sandy medium texture at 6 x 4m space. In the second and third year after transplant (2005 and 2006), ripe fruits were harvested, according to peel coloration and maturation of each genotype. At laboratory, epicarp and mesocarp coloration analyses had been carried out (luminosity, hue and cromaticity), firmness, soluble solids, acidity and ratio. The experiment was conducted in a completely randomized design with 4 treatments and 6 replications of 4 fruits. on the experimental conditions adopted, it was possible to conclude that: a) 'Aurora-1' peaches present reddish epicarp (lesser hue), minor acidity and greater ratio; b) amongst double purpose peach genotypes, 'Jab 484' and 'Jab 694' present fruits with the biggest soluble solid contents and acidity, what confers better industrialization characteristics.Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Clima TemperadoUNESP FCAV Departamento de TecnologiaUNESP FCAV Depto. de Produção VegetalUNESP FCAV Departamento de TecnologiaUNESP FCAV Depto. de Produção VegetalSociedade Brasileira de FruticulturaEmpresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)Universidade Estadual Paulista (Unesp)Mayer, Newton AlexMattiuz, Ben-Hur [UNESP]Pereira, Fernando Mendes [UNESP]2014-05-20T13:16:57Z2014-05-20T13:16:57Z2008-09-01info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/article616-621application/pdfhttp://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452008000300009Revista Brasileira de Fruticultura. Sociedade Brasileira de Fruticultura, v. 30, n. 3, p. 616-621, 2008.0100-2945http://hdl.handle.net/11449/359710.1590/S0100-29452008000300009S0100-29452008000300009WOS:000259685900008S0100-29452008000300009.pdfSciELOreponame:Repositório Institucional da UNESPinstname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)instacron:UNESPporRevista Brasileira de Fruticultura0.4750,410info:eu-repo/semantics/openAccess2024-06-07T15:31:20Zoai:repositorio.unesp.br:11449/3597Repositório InstitucionalPUBhttp://repositorio.unesp.br/oai/requestopendoar:29462024-06-07T15:31:20Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)false
dc.title.none.fl_str_mv Qualidade pós-colheita de pêssegos de cultivares e seleções produzidos na microrregião de Jaboticabal-SP
Postharvest peach quality of cultivars and selections produced in Jaboticabal micro-region, São Paulo state, Brazil
title Qualidade pós-colheita de pêssegos de cultivares e seleções produzidos na microrregião de Jaboticabal-SP
spellingShingle Qualidade pós-colheita de pêssegos de cultivares e seleções produzidos na microrregião de Jaboticabal-SP
Mayer, Newton Alex
Prunus persica
double purpose
fresh fruit
Color
Chemical composition
Prunus persica
dupla finalidade
in natura
coloração
Composição química
title_short Qualidade pós-colheita de pêssegos de cultivares e seleções produzidos na microrregião de Jaboticabal-SP
title_full Qualidade pós-colheita de pêssegos de cultivares e seleções produzidos na microrregião de Jaboticabal-SP
title_fullStr Qualidade pós-colheita de pêssegos de cultivares e seleções produzidos na microrregião de Jaboticabal-SP
title_full_unstemmed Qualidade pós-colheita de pêssegos de cultivares e seleções produzidos na microrregião de Jaboticabal-SP
title_sort Qualidade pós-colheita de pêssegos de cultivares e seleções produzidos na microrregião de Jaboticabal-SP
author Mayer, Newton Alex
author_facet Mayer, Newton Alex
Mattiuz, Ben-Hur [UNESP]
Pereira, Fernando Mendes [UNESP]
author_role author
author2 Mattiuz, Ben-Hur [UNESP]
Pereira, Fernando Mendes [UNESP]
author2_role author
author
dc.contributor.none.fl_str_mv Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.contributor.author.fl_str_mv Mayer, Newton Alex
Mattiuz, Ben-Hur [UNESP]
Pereira, Fernando Mendes [UNESP]
dc.subject.por.fl_str_mv Prunus persica
double purpose
fresh fruit
Color
Chemical composition
Prunus persica
dupla finalidade
in natura
coloração
Composição química
topic Prunus persica
double purpose
fresh fruit
Color
Chemical composition
Prunus persica
dupla finalidade
in natura
coloração
Composição química
description O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade pós-colheita de pêssegos das cultivares 'Aurora-1' e 'Régis' e das seleções 'Jab 484' e 'Jab 694', produzidos na microrregião de Jaboticabal-SP. As plantas foram enxertadas no porta-enxerto 'Okinawa', propagado por sementes, mantidas em condições de campo em Argissolo Vermelho-Amarelo eutrófico de textura arenosa média e conduzidas no espaçamento 6 x 4m. No segundo e terceiro anos após o transplantio das mudas (2005 e 2006), procedeu-se à colheita dos frutos no estádio maduro, conforme a época de maturação e a coloração de cada genótipo. No laboratório, foram realizadas análises de coloração (luminosidade, ângulo de cor e cromaticidade) do epicarpo e mesocarpo, firmeza, teor de sólidos solúveis e acidez titulável, além do índice de maturação. Adotou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro tratamentos e seis repetições de quatro frutos. Nas condições experimentais adotadas, conclui-se que os frutos da cultivar Aurora-1 apresentam epicarpo avermelhado (menor ângulo de cor), menor acidez e maior índice de maturação (gosto); dentre os genótipos de dupla finalidade, as seleções 'Jab 484' e 'Jab 694' apresentam frutos com maiores teores de sólidos solúveis e acidez titulável, conferindo-lhes melhor característica para a industrialização.
publishDate 2008
dc.date.none.fl_str_mv 2008-09-01
2014-05-20T13:16:57Z
2014-05-20T13:16:57Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/article
format article
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452008000300009
Revista Brasileira de Fruticultura. Sociedade Brasileira de Fruticultura, v. 30, n. 3, p. 616-621, 2008.
0100-2945
http://hdl.handle.net/11449/3597
10.1590/S0100-29452008000300009
S0100-29452008000300009
WOS:000259685900008
S0100-29452008000300009.pdf
url http://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452008000300009
http://hdl.handle.net/11449/3597
identifier_str_mv Revista Brasileira de Fruticultura. Sociedade Brasileira de Fruticultura, v. 30, n. 3, p. 616-621, 2008.
0100-2945
10.1590/S0100-29452008000300009
S0100-29452008000300009
WOS:000259685900008
S0100-29452008000300009.pdf
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.relation.none.fl_str_mv Revista Brasileira de Fruticultura
0.475
0,410
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv 616-621
application/pdf
dc.publisher.none.fl_str_mv Sociedade Brasileira de Fruticultura
publisher.none.fl_str_mv Sociedade Brasileira de Fruticultura
dc.source.none.fl_str_mv SciELO
reponame:Repositório Institucional da UNESP
instname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron:UNESP
instname_str Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron_str UNESP
institution UNESP
reponame_str Repositório Institucional da UNESP
collection Repositório Institucional da UNESP
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1803649392109944832