Pós-colheita de mangas 'Tommy Atkins' recobertas com quitosana

Detalhes bibliográficos
Autor(a) principal: Souza, Maria Luzenira de
Data de Publicação: 2011
Outros Autores: Morgado, Cristiane Maria Ascari [UNESP], Marques, Kelly Magalhães [UNESP], Mattiuz, Claudia Fabrino Machado, Mattiuz, Ben-Hur [UNESP]
Tipo de documento: Artigo
Idioma: por
Título da fonte: Repositório Institucional da UNESP
Texto Completo: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452011000500042
http://hdl.handle.net/11449/4166
Resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência de cobertura de quitosana na pós-colheita de mangas 'Tommy Atkins', colhidas de vez e armazenadas a 23 ºC (65% UR). As mangas foram adquiridas na CEAGESP de Ribeirão Preto-SP, e transportadas ao Laboratório de Tecnologia de Produtos Agrícolas da UNESP de Jaboticabal. Após a seleção, os frutos foram higienizados em solução de dicloro s. triazinatriona sódica di-hidratada (Sumaveg®) a 200 mg 100g-1 de cloro livre por 10 minutos, secadas, imersas nas soluções a 0%; 1,0%; 1,5% e 2,0% de quitosana por 1 minuto, secadas sob ventilação, acondicionadas em bandejas e armazenadas a 23±2 °C e 65±5% UR, por 9 dias. Foram utilizados três repetições com dois frutos cada. Avaliaram-se, a cada três dias, a perda de massa fresca, a cor, a firmeza, os teores de ácido ascórbico, de sólidos solúveis, de acidez titulável e sólidos solúveis / acidez titulável. O recobrimento com quitosana retarda o amadurecimento de mangas 'Tommy Atkins' de vez, durante nove dias de armazenamento a 23 ºC, sendo que a concentração de 1,5% propicia melhor manutenção da cor da polpa, dos teores de sólidos solúveis, de acidez titulável, de ácido ascórbico, dos valores de SS/AT e de firmeza.
id UNSP_ce29772216c3e266eac670d177c23e22
oai_identifier_str oai:repositorio.unesp.br:11449/4166
network_acronym_str UNSP
network_name_str Repositório Institucional da UNESP
repository_id_str 2946
spelling Pós-colheita de mangas 'Tommy Atkins' recobertas com quitosanaPost-harvest of 'Tommy Atkins' mangoes covered with chitosanMangifera indicaConservationQualityMangifera indicaConservaçãoqualidadeO objetivo deste trabalho foi avaliar a influência de cobertura de quitosana na pós-colheita de mangas 'Tommy Atkins', colhidas de vez e armazenadas a 23 ºC (65% UR). As mangas foram adquiridas na CEAGESP de Ribeirão Preto-SP, e transportadas ao Laboratório de Tecnologia de Produtos Agrícolas da UNESP de Jaboticabal. Após a seleção, os frutos foram higienizados em solução de dicloro s. triazinatriona sódica di-hidratada (Sumaveg®) a 200 mg 100g-1 de cloro livre por 10 minutos, secadas, imersas nas soluções a 0%; 1,0%; 1,5% e 2,0% de quitosana por 1 minuto, secadas sob ventilação, acondicionadas em bandejas e armazenadas a 23±2 °C e 65±5% UR, por 9 dias. Foram utilizados três repetições com dois frutos cada. Avaliaram-se, a cada três dias, a perda de massa fresca, a cor, a firmeza, os teores de ácido ascórbico, de sólidos solúveis, de acidez titulável e sólidos solúveis / acidez titulável. O recobrimento com quitosana retarda o amadurecimento de mangas 'Tommy Atkins' de vez, durante nove dias de armazenamento a 23 ºC, sendo que a concentração de 1,5% propicia melhor manutenção da cor da polpa, dos teores de sólidos solúveis, de acidez titulável, de ácido ascórbico, dos valores de SS/AT e de firmeza.The objective of this work was to evaluate the influence of chitosan in the post-harvest of 'Tommy Atkins' mangoes, harvested in the semi-ripe stage and stored at 23ºC (65% RH). Mangoes from CEAGESP, Ribeirão Preto, SP, Brazil were transported to the Laboratory of Technology of Agricultural Products of UNESP Jaboticabal. After selection, the fruits were washed and the surface sanitized with a solution of dichloro s. triazinatriona sodium dihydrate (Sumaveg®) 200 mg 100g-1 of free chlorine for 10 minutes, dried, dipped in solution 0%; 1.0%; 1.5%; 2.0% oh chitosan for 1 minute, dried under ventilation, packed in trays and stored at 23±2°C and 65±5% UR for 9 days. Three replicates of two fruits each were used. The fruits every three days had the weight loss, the color, the firmness, the ascorbic acid content, the soluble solids, the titratable acidity and the soluble solids / titratable acidity evaluated. The coating with chitosan delayed the ripening of 'Tommy Atkins' semi-ripe mangoes stored at 23ºC. The concentration of 1.5% provided better maintenance of color, firmness, ascorbic acid content, soluble solids, titratable acidity and soluble solids / titratable acidityUniversidade Federal do AcreUNESP FCAVCentro Universitário Moura LacerdaUNESP FCAV Departamento de TecnologiaUNESP FCAVUNESP FCAV Departamento de TecnologiaSociedade Brasileira de FruticulturaUniversidade Federal do Acre (UFAC)Universidade Estadual Paulista (Unesp)Centro Universitário Moura LacerdaSouza, Maria Luzenira deMorgado, Cristiane Maria Ascari [UNESP]Marques, Kelly Magalhães [UNESP]Mattiuz, Claudia Fabrino MachadoMattiuz, Ben-Hur [UNESP]2014-05-20T13:17:52Z2014-05-20T13:17:52Z2011-10-01info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/article337-343application/pdfhttp://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452011000500042Revista Brasileira de Fruticultura. Sociedade Brasileira de Fruticultura, v. 33, n. spe1, p. 337-343, 2011.0100-2945http://hdl.handle.net/11449/416610.1590/S0100-29452011000500042S0100-29452011000500042WOS:000297793700041S0100-29452011000500042.pdfSciELOreponame:Repositório Institucional da UNESPinstname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)instacron:UNESPporRevista Brasileira de Fruticultura0.4750,410info:eu-repo/semantics/openAccess2024-06-07T15:32:49Zoai:repositorio.unesp.br:11449/4166Repositório InstitucionalPUBhttp://repositorio.unesp.br/oai/requestopendoar:29462024-06-07T15:32:49Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)false
dc.title.none.fl_str_mv Pós-colheita de mangas 'Tommy Atkins' recobertas com quitosana
Post-harvest of 'Tommy Atkins' mangoes covered with chitosan
title Pós-colheita de mangas 'Tommy Atkins' recobertas com quitosana
spellingShingle Pós-colheita de mangas 'Tommy Atkins' recobertas com quitosana
Souza, Maria Luzenira de
Mangifera indica
Conservation
Quality
Mangifera indica
Conservação
qualidade
title_short Pós-colheita de mangas 'Tommy Atkins' recobertas com quitosana
title_full Pós-colheita de mangas 'Tommy Atkins' recobertas com quitosana
title_fullStr Pós-colheita de mangas 'Tommy Atkins' recobertas com quitosana
title_full_unstemmed Pós-colheita de mangas 'Tommy Atkins' recobertas com quitosana
title_sort Pós-colheita de mangas 'Tommy Atkins' recobertas com quitosana
author Souza, Maria Luzenira de
author_facet Souza, Maria Luzenira de
Morgado, Cristiane Maria Ascari [UNESP]
Marques, Kelly Magalhães [UNESP]
Mattiuz, Claudia Fabrino Machado
Mattiuz, Ben-Hur [UNESP]
author_role author
author2 Morgado, Cristiane Maria Ascari [UNESP]
Marques, Kelly Magalhães [UNESP]
Mattiuz, Claudia Fabrino Machado
Mattiuz, Ben-Hur [UNESP]
author2_role author
author
author
author
dc.contributor.none.fl_str_mv Universidade Federal do Acre (UFAC)
Universidade Estadual Paulista (Unesp)
Centro Universitário Moura Lacerda
dc.contributor.author.fl_str_mv Souza, Maria Luzenira de
Morgado, Cristiane Maria Ascari [UNESP]
Marques, Kelly Magalhães [UNESP]
Mattiuz, Claudia Fabrino Machado
Mattiuz, Ben-Hur [UNESP]
dc.subject.por.fl_str_mv Mangifera indica
Conservation
Quality
Mangifera indica
Conservação
qualidade
topic Mangifera indica
Conservation
Quality
Mangifera indica
Conservação
qualidade
description O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência de cobertura de quitosana na pós-colheita de mangas 'Tommy Atkins', colhidas de vez e armazenadas a 23 ºC (65% UR). As mangas foram adquiridas na CEAGESP de Ribeirão Preto-SP, e transportadas ao Laboratório de Tecnologia de Produtos Agrícolas da UNESP de Jaboticabal. Após a seleção, os frutos foram higienizados em solução de dicloro s. triazinatriona sódica di-hidratada (Sumaveg®) a 200 mg 100g-1 de cloro livre por 10 minutos, secadas, imersas nas soluções a 0%; 1,0%; 1,5% e 2,0% de quitosana por 1 minuto, secadas sob ventilação, acondicionadas em bandejas e armazenadas a 23±2 °C e 65±5% UR, por 9 dias. Foram utilizados três repetições com dois frutos cada. Avaliaram-se, a cada três dias, a perda de massa fresca, a cor, a firmeza, os teores de ácido ascórbico, de sólidos solúveis, de acidez titulável e sólidos solúveis / acidez titulável. O recobrimento com quitosana retarda o amadurecimento de mangas 'Tommy Atkins' de vez, durante nove dias de armazenamento a 23 ºC, sendo que a concentração de 1,5% propicia melhor manutenção da cor da polpa, dos teores de sólidos solúveis, de acidez titulável, de ácido ascórbico, dos valores de SS/AT e de firmeza.
publishDate 2011
dc.date.none.fl_str_mv 2011-10-01
2014-05-20T13:17:52Z
2014-05-20T13:17:52Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/article
format article
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv http://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452011000500042
Revista Brasileira de Fruticultura. Sociedade Brasileira de Fruticultura, v. 33, n. spe1, p. 337-343, 2011.
0100-2945
http://hdl.handle.net/11449/4166
10.1590/S0100-29452011000500042
S0100-29452011000500042
WOS:000297793700041
S0100-29452011000500042.pdf
url http://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452011000500042
http://hdl.handle.net/11449/4166
identifier_str_mv Revista Brasileira de Fruticultura. Sociedade Brasileira de Fruticultura, v. 33, n. spe1, p. 337-343, 2011.
0100-2945
10.1590/S0100-29452011000500042
S0100-29452011000500042
WOS:000297793700041
S0100-29452011000500042.pdf
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.relation.none.fl_str_mv Revista Brasileira de Fruticultura
0.475
0,410
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv 337-343
application/pdf
dc.publisher.none.fl_str_mv Sociedade Brasileira de Fruticultura
publisher.none.fl_str_mv Sociedade Brasileira de Fruticultura
dc.source.none.fl_str_mv SciELO
reponame:Repositório Institucional da UNESP
instname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron:UNESP
instname_str Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron_str UNESP
institution UNESP
reponame_str Repositório Institucional da UNESP
collection Repositório Institucional da UNESP
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1805283746292695040