A pedagogia histórico-crítica e o currículo: para além do multiculturalismo das políticas curriculares nacionais

Detalhes bibliográficos
Autor(a) principal: Malanchen, Julia [UNESP]
Data de Publicação: 2014
Tipo de documento: Tese
Idioma: por
Título da fonte: Repositório Institucional da UNESP
Texto Completo: http://hdl.handle.net/11449/115677
Resumo: As políticas curriculares para a educação básica no Brasil têm passado, desde a década de 1990, por reformas que continuam neste novo milênio. Essas políticas têm sido fortemente influenciadas pelo multiculturalismo, que defende uma determinada concepção de currículo e de conhecimento escolar. Portanto, as reformas na educação escolar brasileira tiveram como um de seus principais alvos o currículo escolar, tendo-se constituído num marco, nesse sentido, a elaboração dos Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental (BRASIL, 1997). Ao mesmo tempo, a teorização sobre o currículo escolar mostrou-se um campo muito propício à disseminação de estudos de autores internacionais nas vertentes neomarxistas, pós-estruturalistas, multiculturalistas, pós-colonialistas, pós-críticas, dentre outras. Observamos, em nosso estudo, que o discurso da multiculturalidade tem servido aos interesses políticos e econômicos do Estado, formando, assim, um novo constructo ideológico que, aparentemente, defende a inclusão social, a democratização, o respeito, a diversidade e a cultura dos grupos minoritários, porém, na realidade, tem sido utilizado como estratégia para corroborar com o investimento internacional e a continuação do desenvolvimento do capitalismo. Tendo a Pedagogia Histórico-Crítica como referência, buscamos, neste trabalho, desenvolver contribuições para uma teoria do currículo, contrastando essas contribuições com a teoria multiculturalista, a qual tem embasado a elaboração de documentos nacionais oficiais. Deste modo, este trabalho tem como principal temática a questão do currículo, tomando como objeto de análise as relações internas que sustentam a tríade currículo, cultura e conhecimento. O objetivo geral deste trabalho foi o de evidenciar as contribuições da Pedagogia Histórico-Crítica para a teoria do currículo, contrapondo-se às concepções de currículo, cultura e ...
id UNSP_6f5b2375f4b8018b62bb5db3a65220c5
oai_identifier_str oai:repositorio.unesp.br:11449/115677
network_acronym_str UNSP
network_name_str Repositório Institucional da UNESP
repository_id_str 2946
spelling A pedagogia histórico-crítica e o currículo: para além do multiculturalismo das políticas curriculares nacionaisEducaçãoCurriculosPedagogia criticaEducação e EstadoPós-modernismoEducationAs políticas curriculares para a educação básica no Brasil têm passado, desde a década de 1990, por reformas que continuam neste novo milênio. Essas políticas têm sido fortemente influenciadas pelo multiculturalismo, que defende uma determinada concepção de currículo e de conhecimento escolar. Portanto, as reformas na educação escolar brasileira tiveram como um de seus principais alvos o currículo escolar, tendo-se constituído num marco, nesse sentido, a elaboração dos Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental (BRASIL, 1997). Ao mesmo tempo, a teorização sobre o currículo escolar mostrou-se um campo muito propício à disseminação de estudos de autores internacionais nas vertentes neomarxistas, pós-estruturalistas, multiculturalistas, pós-colonialistas, pós-críticas, dentre outras. Observamos, em nosso estudo, que o discurso da multiculturalidade tem servido aos interesses políticos e econômicos do Estado, formando, assim, um novo constructo ideológico que, aparentemente, defende a inclusão social, a democratização, o respeito, a diversidade e a cultura dos grupos minoritários, porém, na realidade, tem sido utilizado como estratégia para corroborar com o investimento internacional e a continuação do desenvolvimento do capitalismo. Tendo a Pedagogia Histórico-Crítica como referência, buscamos, neste trabalho, desenvolver contribuições para uma teoria do currículo, contrastando essas contribuições com a teoria multiculturalista, a qual tem embasado a elaboração de documentos nacionais oficiais. Deste modo, este trabalho tem como principal temática a questão do currículo, tomando como objeto de análise as relações internas que sustentam a tríade currículo, cultura e conhecimento. O objetivo geral deste trabalho foi o de evidenciar as contribuições da Pedagogia Histórico-Crítica para a teoria do currículo, contrapondo-se às concepções de currículo, cultura e ...Curricular policies for basic education in Brazil have gone through, since the 1990s, reforms that continue in this new millennium. These policies have been strongly influenced by multiculturalism, which defends a particular conception of curriculum and school knowledge. Therefore, reforms on Brazilian school education had, as one of its main targets, the school curriculum, and the development of the National Curriculum Guidelines for Primary Schools constituted a milestone in that matter (BRAZIL, 1997). Meanwhile, theorizing about the curriculum proved to be a very fertile field for the dissemination of international studies on neo-Marxist, poststructuralist, multicultural, postcolonial and post-critical strands, among others. We have observed, in our study, that the multiculturalism discourse has served the State’s political and economic interests, forming a new ideological construct that apparently advocates social inclusion, democratization, respect, diversity and culture of minority groups, but in fact, it has been used as a strategy to support international investment and the continuity of capitalism development. Having the Historical-Critical Pedagogy as a reference, we seek to develop contributions to a curriculum theory, contrasting these contributions with the multiculturalist theory, which has based the elaboration of official national documents. Thus, this paper has, as its main subject, the curriculum matter, and its object of analysis is the internal relations that sustain the triad curriculum, culture and knowledge. The main objective of this study was to highlight the contributions of Historical-Critical Pedagogy for curriculum theory, opposing curriculum, culture and knowledge conceptions, present in the official documents of the Brazilian Ministry of Education from 2006 to 2012. The period was selected considering that the National Curriculum Guidelines were reformulated in ...Universidade Estadual Paulista (Unesp)Duarte, Newton [UNESP]Universidade Estadual Paulista (Unesp)Malanchen, Julia [UNESP]2015-03-03T11:52:27Z2015-03-03T11:52:27Z2014-08-04info:eu-repo/semantics/publishedVersioninfo:eu-repo/semantics/doctoralThesis234 f.application/pdfMALANCHEN, Julia. A pedagogia histórico-crítica e o currículo: para além do multiculturalismo das políticas curriculares nacionais. 2014. 234 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciencias e Letras (Campus de Araraquara), 2014.http://hdl.handle.net/11449/115677000809803000809803.pdf33004030079P22161593951236436Alephreponame:Repositório Institucional da UNESPinstname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)instacron:UNESPporinfo:eu-repo/semantics/openAccess2024-06-12T14:10:05Zoai:repositorio.unesp.br:11449/115677Repositório InstitucionalPUBhttp://repositorio.unesp.br/oai/requestopendoar:29462024-06-12T14:10:05Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)false
dc.title.none.fl_str_mv A pedagogia histórico-crítica e o currículo: para além do multiculturalismo das políticas curriculares nacionais
title A pedagogia histórico-crítica e o currículo: para além do multiculturalismo das políticas curriculares nacionais
spellingShingle A pedagogia histórico-crítica e o currículo: para além do multiculturalismo das políticas curriculares nacionais
Malanchen, Julia [UNESP]
Educação
Curriculos
Pedagogia critica
Educação e Estado
Pós-modernismo
Education
title_short A pedagogia histórico-crítica e o currículo: para além do multiculturalismo das políticas curriculares nacionais
title_full A pedagogia histórico-crítica e o currículo: para além do multiculturalismo das políticas curriculares nacionais
title_fullStr A pedagogia histórico-crítica e o currículo: para além do multiculturalismo das políticas curriculares nacionais
title_full_unstemmed A pedagogia histórico-crítica e o currículo: para além do multiculturalismo das políticas curriculares nacionais
title_sort A pedagogia histórico-crítica e o currículo: para além do multiculturalismo das políticas curriculares nacionais
author Malanchen, Julia [UNESP]
author_facet Malanchen, Julia [UNESP]
author_role author
dc.contributor.none.fl_str_mv Duarte, Newton [UNESP]
Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.contributor.author.fl_str_mv Malanchen, Julia [UNESP]
dc.subject.por.fl_str_mv Educação
Curriculos
Pedagogia critica
Educação e Estado
Pós-modernismo
Education
topic Educação
Curriculos
Pedagogia critica
Educação e Estado
Pós-modernismo
Education
description As políticas curriculares para a educação básica no Brasil têm passado, desde a década de 1990, por reformas que continuam neste novo milênio. Essas políticas têm sido fortemente influenciadas pelo multiculturalismo, que defende uma determinada concepção de currículo e de conhecimento escolar. Portanto, as reformas na educação escolar brasileira tiveram como um de seus principais alvos o currículo escolar, tendo-se constituído num marco, nesse sentido, a elaboração dos Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental (BRASIL, 1997). Ao mesmo tempo, a teorização sobre o currículo escolar mostrou-se um campo muito propício à disseminação de estudos de autores internacionais nas vertentes neomarxistas, pós-estruturalistas, multiculturalistas, pós-colonialistas, pós-críticas, dentre outras. Observamos, em nosso estudo, que o discurso da multiculturalidade tem servido aos interesses políticos e econômicos do Estado, formando, assim, um novo constructo ideológico que, aparentemente, defende a inclusão social, a democratização, o respeito, a diversidade e a cultura dos grupos minoritários, porém, na realidade, tem sido utilizado como estratégia para corroborar com o investimento internacional e a continuação do desenvolvimento do capitalismo. Tendo a Pedagogia Histórico-Crítica como referência, buscamos, neste trabalho, desenvolver contribuições para uma teoria do currículo, contrastando essas contribuições com a teoria multiculturalista, a qual tem embasado a elaboração de documentos nacionais oficiais. Deste modo, este trabalho tem como principal temática a questão do currículo, tomando como objeto de análise as relações internas que sustentam a tríade currículo, cultura e conhecimento. O objetivo geral deste trabalho foi o de evidenciar as contribuições da Pedagogia Histórico-Crítica para a teoria do currículo, contrapondo-se às concepções de currículo, cultura e ...
publishDate 2014
dc.date.none.fl_str_mv 2014-08-04
2015-03-03T11:52:27Z
2015-03-03T11:52:27Z
dc.type.status.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/publishedVersion
dc.type.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
format doctoralThesis
status_str publishedVersion
dc.identifier.uri.fl_str_mv MALANCHEN, Julia. A pedagogia histórico-crítica e o currículo: para além do multiculturalismo das políticas curriculares nacionais. 2014. 234 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciencias e Letras (Campus de Araraquara), 2014.
http://hdl.handle.net/11449/115677
000809803
000809803.pdf
33004030079P2
2161593951236436
identifier_str_mv MALANCHEN, Julia. A pedagogia histórico-crítica e o currículo: para além do multiculturalismo das políticas curriculares nacionais. 2014. 234 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciencias e Letras (Campus de Araraquara), 2014.
000809803
000809803.pdf
33004030079P2
2161593951236436
url http://hdl.handle.net/11449/115677
dc.language.iso.fl_str_mv por
language por
dc.rights.driver.fl_str_mv info:eu-repo/semantics/openAccess
eu_rights_str_mv openAccess
dc.format.none.fl_str_mv 234 f.
application/pdf
dc.publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
publisher.none.fl_str_mv Universidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.source.none.fl_str_mv Aleph
reponame:Repositório Institucional da UNESP
instname:Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron:UNESP
instname_str Universidade Estadual Paulista (UNESP)
instacron_str UNESP
institution UNESP
reponame_str Repositório Institucional da UNESP
collection Repositório Institucional da UNESP
repository.name.fl_str_mv Repositório Institucional da UNESP - Universidade Estadual Paulista (UNESP)
repository.mail.fl_str_mv
_version_ 1805283565327351808